quinta-feira, 24 de dezembro de 2015

Retrospectiva Pegação 2015 (Vlog)


Assista o vídeo novo no YouTube. Não se esqueça de se inscrever no canal e dar um joinha ;)








Em 2011 eu não me apaixonei, nem em 2012, nem em 2013. Fiquei 3 anos sem me apaixonar por ninguém, até que o ano passado apareceu um palhaço que eu me apeguei. Sabe aquele vídeo sobre as fases da superação de um pé na bunda? Então, quando eu passei por todas as fases da superação, que eu esqueci o desgraça, esse ano me aparece outro desgraça.

É nessas horas que eu olho pro ceu e digo, ‘Ah vá pra piiiiiiii que pariu memo viu?”

Essa história foi muito longa, para saber mais clique aqui.

O abacaxi:  O ano começou bem. Peguei um inglês que conheci no ano passado numa festa num hostel em SP. A gente já tinha ficado, e estavamos no rio na mesma época então nos encontramos.... Ja tava la, Ja tava pago, tinha todos os dentes na boca… mas dai, eu voltei pra SP, o inglês ficou no rio, e a vida continuou... Ah sim, o apelido de abacaxi, é pq ele tinha um dread no meio da cabeça e colocava pra cima.  – unsual!

O modelo: na mesma época, estava falando com um  cara do Tinder que era mo-de-lo. Meu tinder deu match com um MO-DE-LO. Mas quando eu achei que ia desfilar por ai com um MO-DE-L-O.

Ele só enrolava… toda vez q eu queria encontrar com ele, ele não podia, dizia que estava num evento.

Meu snap apitava e quando ia ver era foto do tanquinho dele. Porra, vô querer foto de tanquinho pra quê?

O carioca: conheci um carioca – não lembro se foi pelo Tinder ou por algum outro ap p – ele era mto fofo, super gente boa, super gatinho. Era época de carnaval e lembro que ele me mandava foto das festas que tava rolando no Rio, e eu mandava o que tava rolando em SP. E toda vez q eu tava numa festa ele mandava “juizo viu?”. De repente: sumiu! Pow carioca #chateada 

O vizinho: Nesse meio tempo, descobri um app novo, o happn. Comecei a conversar com um cara la… “vc mora onde?” – eu perguntei  “Na ZL no conjunto de prédios em frente ao metro”. Pensei “Péra! eu tbm moro ai” Nunca mais respondi o cara. Sai fora o cara mora no meu condominio! Peguete que mora muito perto nao presta não!

O milionário:  Mais velho, empreendedor, estilo partidão... Tomando uma breja com o cara e ele me lança "juntar 1 milhão de reais é fácil". Até cuspi a cerveja! O cara consegue juntar 1 milhão, mas não não tinha nada a ver comigo, cara! 

O médico: nas férias do meio do ano fui pra Santiago. Na primeira noite, conheci uns brasileiros no hostel, nos juntamos com uma galera da Australia, tudo maluco, e saimos… os brasileiros eram do interior de SP, medicos residentes… hmmmmm! E tinha um que era uma BELEZINHA! E adivinha o nome do dele? O mesmo nome do desgraça que eu tava tentando esquecer. Mas é claro, que esse fato nao me impediu de pegar o médico gracinha hehehehe

O fake: comecei a fuçar outro app chamado Adote um cara. Dai comecei a conversar com um cara que me deu o seu whats.  Quando eu add no whats, a foto do whats nao tinha NADA A VER com o cara. Nem mandei msg, mas ele mandou msg pelo app cobrando q eu entrasse em contato com ele pelo Whats… daí joguei a real… “amigo, desculpa mas vc é fake? Ele ficou PUTO e falou um monte, que eu não tinha nada que julgar ele pq as minhas fotos todas eu estava usando maquiagem e ele queria ver se eu postava uma foto de cara limpa. Amigo, antes maquiagem do que foto fake, né??!!!

Destino ou Coincidência?: E pra fechar o ano a última história… Fui pra Arraial do cabo numa excursão – clique aqui para ler sobre essa viagem – 
E um dia antes da viagem, fizeram um grupo no Whats com todos que iam viajar. Uma das minhas amigas, fuçou nos integrantes do grupo, viu um novinho, printout a tela e me mandou dizendo “Oh Mari, um novinho pra vc pegar em Arraial”.

Eu até vi ele durante a viagem, mas não me liguei que era o mesmo da foto, e pelo que me lembro, ele estava com uma mina.

Um mês depois, fuçando no tinder, quem me aparece? Exato! Começamos a conversar, falei pra ele que lembrava dele, ele também lembrou de mim e … felizes para sempre! Zuera!

No amigo secreto desse ano, ganhei uma calcinha vermelha para dar sorte no amor, vamos ver o que 2016 me reserva! ;)






Nenhum comentário:

Postar um comentário

quinta-feira, 24 de dezembro de 2015

Retrospectiva Pegação 2015 (Vlog)


Assista o vídeo novo no YouTube. Não se esqueça de se inscrever no canal e dar um joinha ;)








Em 2011 eu não me apaixonei, nem em 2012, nem em 2013. Fiquei 3 anos sem me apaixonar por ninguém, até que o ano passado apareceu um palhaço que eu me apeguei. Sabe aquele vídeo sobre as fases da superação de um pé na bunda? Então, quando eu passei por todas as fases da superação, que eu esqueci o desgraça, esse ano me aparece outro desgraça.

É nessas horas que eu olho pro ceu e digo, ‘Ah vá pra piiiiiiii que pariu memo viu?”

Essa história foi muito longa, para saber mais clique aqui.

O abacaxi:  O ano começou bem. Peguei um inglês que conheci no ano passado numa festa num hostel em SP. A gente já tinha ficado, e estavamos no rio na mesma época então nos encontramos.... Ja tava la, Ja tava pago, tinha todos os dentes na boca… mas dai, eu voltei pra SP, o inglês ficou no rio, e a vida continuou... Ah sim, o apelido de abacaxi, é pq ele tinha um dread no meio da cabeça e colocava pra cima.  – unsual!

O modelo: na mesma época, estava falando com um  cara do Tinder que era mo-de-lo. Meu tinder deu match com um MO-DE-LO. Mas quando eu achei que ia desfilar por ai com um MO-DE-L-O.

Ele só enrolava… toda vez q eu queria encontrar com ele, ele não podia, dizia que estava num evento.

Meu snap apitava e quando ia ver era foto do tanquinho dele. Porra, vô querer foto de tanquinho pra quê?

O carioca: conheci um carioca – não lembro se foi pelo Tinder ou por algum outro ap p – ele era mto fofo, super gente boa, super gatinho. Era época de carnaval e lembro que ele me mandava foto das festas que tava rolando no Rio, e eu mandava o que tava rolando em SP. E toda vez q eu tava numa festa ele mandava “juizo viu?”. De repente: sumiu! Pow carioca #chateada 

O vizinho: Nesse meio tempo, descobri um app novo, o happn. Comecei a conversar com um cara la… “vc mora onde?” – eu perguntei  “Na ZL no conjunto de prédios em frente ao metro”. Pensei “Péra! eu tbm moro ai” Nunca mais respondi o cara. Sai fora o cara mora no meu condominio! Peguete que mora muito perto nao presta não!

O milionário:  Mais velho, empreendedor, estilo partidão... Tomando uma breja com o cara e ele me lança "juntar 1 milhão de reais é fácil". Até cuspi a cerveja! O cara consegue juntar 1 milhão, mas não não tinha nada a ver comigo, cara! 

O médico: nas férias do meio do ano fui pra Santiago. Na primeira noite, conheci uns brasileiros no hostel, nos juntamos com uma galera da Australia, tudo maluco, e saimos… os brasileiros eram do interior de SP, medicos residentes… hmmmmm! E tinha um que era uma BELEZINHA! E adivinha o nome do dele? O mesmo nome do desgraça que eu tava tentando esquecer. Mas é claro, que esse fato nao me impediu de pegar o médico gracinha hehehehe

O fake: comecei a fuçar outro app chamado Adote um cara. Dai comecei a conversar com um cara que me deu o seu whats.  Quando eu add no whats, a foto do whats nao tinha NADA A VER com o cara. Nem mandei msg, mas ele mandou msg pelo app cobrando q eu entrasse em contato com ele pelo Whats… daí joguei a real… “amigo, desculpa mas vc é fake? Ele ficou PUTO e falou um monte, que eu não tinha nada que julgar ele pq as minhas fotos todas eu estava usando maquiagem e ele queria ver se eu postava uma foto de cara limpa. Amigo, antes maquiagem do que foto fake, né??!!!

Destino ou Coincidência?: E pra fechar o ano a última história… Fui pra Arraial do cabo numa excursão – clique aqui para ler sobre essa viagem – 
E um dia antes da viagem, fizeram um grupo no Whats com todos que iam viajar. Uma das minhas amigas, fuçou nos integrantes do grupo, viu um novinho, printout a tela e me mandou dizendo “Oh Mari, um novinho pra vc pegar em Arraial”.

Eu até vi ele durante a viagem, mas não me liguei que era o mesmo da foto, e pelo que me lembro, ele estava com uma mina.

Um mês depois, fuçando no tinder, quem me aparece? Exato! Começamos a conversar, falei pra ele que lembrava dele, ele também lembrou de mim e … felizes para sempre! Zuera!

No amigo secreto desse ano, ganhei uma calcinha vermelha para dar sorte no amor, vamos ver o que 2016 me reserva! ;)






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Receba um e-mail quando o blog for atualizado