quarta-feira, 20 de março de 2013

Férias de 2011 nos EUA - New York

Sim, estou de volta nos Estados Unidos, mas ainda não tenho coisas muito interessantes pra contar, estou naquela fase chata - adaptação, arrumar emprego, lugar pra morar etc e tal. Por isso, resolvi, finalmente contar minhas férias aqui mesmo nos Estados Unidos, mas que aconteceram em Dez/Jan - 2011/2012. Vamos lá...

Depois de exatamente um ano que eu estava no Brasil, resolvi tirar umas férias nos EUA pra matar a saudade. Cheguei bem na véspera de Natal - 24/12/11 - peguei uma shuttle e fui direto pro hotel, já era tarde, só tomei um banho e fui dormir. Dessa vez a coisa foi puro luxo, fiquei no Marriott Marquis bem na cara da Times Square - só fiquei lá graças a minha amiga Maria Clara (chiquérrima) que me convidou, pois ela estaria em NY também nos mesmos dias que eu.

No dia seguinte - Natal - passeamos por NY e fomos na missa na St.Patrick Cathedral. E a noite jantamos no Cipriani, um restaurante dentro da Grand Central Station - muito bom, chique e não é tão caro. Enquanto estávamos jantando vimos um flash mob, uma galera de repente tirou um cachecol amarelo do bolso e começou a cantar num coral muito louco, bem coisa de filme!



No outro dia, fizemos um tour pelo brooklyn. Paguei 100 dólares, um pouco caro para mochileiros, eu sei, mas é muito bacana. Você fica o dia inteiro passeando pelo bairro do brooklyn e fazendo pausas nos restaurantes de comidas do mundo todo que tem por la. Experimentei muita coisa nesse dia, comida polonesa, comida kosher – comida de judeus – e mais outras que nem me lembro. Durante o tour fazemos paradas também nos pontos principais do bairro do brooklyn e é muito interessante pois o guia vai contando tudo a respeito do lugar.

E no último dia em NY, fomos no Ground Zero Museum: um pequeno museu que expõe restos e destroços que eles recolheram do World Trade Center. Uma das coisas que achei mais interessante foi esse relógio:  

                           
    
Acharam ele deixe jeito, parado exatamente no horário em que o avião atingiu a torre.

Ainda no clima do 11 de Setembro, fomos no 9/11 Memorial. Que inclusive tinha inaugurado a pouco tempo, no aniversário de 10 anos da tragédia. Esses passeios foram bem tristes, apesar de eu mal lembrar desse acontecimento, foi bem estranho estar ali no local que aconteceu, é inevitável não ficar pensativa. A noite fomos no Eatly, para jantar. É tipo de um galpão onde vende comida Italiana, uma delícia! 

Na volta, enfrentamos uma chuva horrível e nos perdemos no metrô. Se bem que essa parte foi bem engraçada, a gente pediu uma informação pra um bonitão que tava com uma velhinha e ele foi super atencioso com a gente, daí a velhinha vira e fala, com aquela voz fanha de mulher americana, "That's my son!". Saímos super agradecidas pela ajuda e raxando de rir da velha.

Finalmente conseguimos chegar no hotel para descansar. No outro dia a tarde dei tchau para a cidade que nunca dorme e tomei meu rumo para Washington, DC.


(TO BE CONTINUED...)

PS: agradecimento especial para minha amiga Maria Clara, que planejou esse roteiro, e foi o máximo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

quarta-feira, 20 de março de 2013

Férias de 2011 nos EUA - New York

Sim, estou de volta nos Estados Unidos, mas ainda não tenho coisas muito interessantes pra contar, estou naquela fase chata - adaptação, arrumar emprego, lugar pra morar etc e tal. Por isso, resolvi, finalmente contar minhas férias aqui mesmo nos Estados Unidos, mas que aconteceram em Dez/Jan - 2011/2012. Vamos lá...

Depois de exatamente um ano que eu estava no Brasil, resolvi tirar umas férias nos EUA pra matar a saudade. Cheguei bem na véspera de Natal - 24/12/11 - peguei uma shuttle e fui direto pro hotel, já era tarde, só tomei um banho e fui dormir. Dessa vez a coisa foi puro luxo, fiquei no Marriott Marquis bem na cara da Times Square - só fiquei lá graças a minha amiga Maria Clara (chiquérrima) que me convidou, pois ela estaria em NY também nos mesmos dias que eu.

No dia seguinte - Natal - passeamos por NY e fomos na missa na St.Patrick Cathedral. E a noite jantamos no Cipriani, um restaurante dentro da Grand Central Station - muito bom, chique e não é tão caro. Enquanto estávamos jantando vimos um flash mob, uma galera de repente tirou um cachecol amarelo do bolso e começou a cantar num coral muito louco, bem coisa de filme!



No outro dia, fizemos um tour pelo brooklyn. Paguei 100 dólares, um pouco caro para mochileiros, eu sei, mas é muito bacana. Você fica o dia inteiro passeando pelo bairro do brooklyn e fazendo pausas nos restaurantes de comidas do mundo todo que tem por la. Experimentei muita coisa nesse dia, comida polonesa, comida kosher – comida de judeus – e mais outras que nem me lembro. Durante o tour fazemos paradas também nos pontos principais do bairro do brooklyn e é muito interessante pois o guia vai contando tudo a respeito do lugar.

E no último dia em NY, fomos no Ground Zero Museum: um pequeno museu que expõe restos e destroços que eles recolheram do World Trade Center. Uma das coisas que achei mais interessante foi esse relógio:  

                           
    
Acharam ele deixe jeito, parado exatamente no horário em que o avião atingiu a torre.

Ainda no clima do 11 de Setembro, fomos no 9/11 Memorial. Que inclusive tinha inaugurado a pouco tempo, no aniversário de 10 anos da tragédia. Esses passeios foram bem tristes, apesar de eu mal lembrar desse acontecimento, foi bem estranho estar ali no local que aconteceu, é inevitável não ficar pensativa. A noite fomos no Eatly, para jantar. É tipo de um galpão onde vende comida Italiana, uma delícia! 

Na volta, enfrentamos uma chuva horrível e nos perdemos no metrô. Se bem que essa parte foi bem engraçada, a gente pediu uma informação pra um bonitão que tava com uma velhinha e ele foi super atencioso com a gente, daí a velhinha vira e fala, com aquela voz fanha de mulher americana, "That's my son!". Saímos super agradecidas pela ajuda e raxando de rir da velha.

Finalmente conseguimos chegar no hotel para descansar. No outro dia a tarde dei tchau para a cidade que nunca dorme e tomei meu rumo para Washington, DC.


(TO BE CONTINUED...)

PS: agradecimento especial para minha amiga Maria Clara, que planejou esse roteiro, e foi o máximo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Receba um e-mail quando o blog for atualizado