segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

Vlog | Programas de Intercâmbio


Olá Galera!!

Último post do ano. Vc quer morar fora? Nesse vídeo falo sobra alguns programas de intercâmbio que vc pode fazer. Se inscreva no canal no Youtube também :)




Obrigada por assistir. Feliz Ano Novo, até 2014!

quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

Vlog! Retrospectiva Pegação 2013



Olá Galera,

Mais um vídeo no vlog. O assunto voltou a ser pegação. Confiram!




Obrigada por assistir. Beijos

segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

Vai fazer intercâmbio? Dicas de Inglês.

Para a maioria da galera que embarca em algum programa de intercâmbio, será a primeira vez que terá contato direto com nativos da língua inglesa (ou outra língua que fale no país), mas nesse post falarei especialmente do inglês. No meu caso foi assim, eu estudei inglês por anos no Brasil, mas a primeira vez que pratiquei de verdade foi quando me meti a ser au pair.

Já fiz um vlog comentando como a gente paga muitos micos até se acostumar. Clique aqui para ver.
Dessa vez darei algumas dicas pra vc que terá seu primeiro contato direto com a língua e diminuir suas chances de pagar um micão quando desembarcar em terras gringas.

1-) Leia em inglês: tá a fim de começar a ler a saga do Jogos Vorazes? Não compre o livro em português. Leia-o em inglês. Leia revistas e jornais internacionais também, acesse o site deles e leia onde for: no metrô, no ônibus, no dentista, no veterinário. Não se preocupe com pequenas palavras que vc não sabe o significado, leia tudo, entender o contexto é o que importa. Anote as palavras que vc nao conhece e as procure depois no dicionário.

2-) Faça cadastro em sites de relacionamento: é solteira (o)? Então faça já seu cadastro pelos sites de relacionamento por ai. Arrumar um gatinho (a) é lucro, o que importa é conversar muito, adicionar no Facebook, e até conversar pelo skype pra treinar speaking e listening. 

3-) Assistir filmes e programas de tv: tenho certeza que todo mundo aqui adora filmes e seriados em inglês. Então vamos parar de colocar legenda em português e colocar-las em inglês. Depois de um tempo fazendo isso, que tal arriscar assistir sem legenda nenhuma?

4-) Procurar a letra das músicas: escutar música também é uma coisa que a maioria das pessoas gostam. Tem até aplicativos para smartphones que toca as músicas do seu celular e mostra a letra. Além de parar de cantar o "embromation" é muito melhor quando vc sabe o que tá cantando.

5-) Vocabulário au pair (pra quem será au pair): o mundo au pair tem o seu vocabulário. E envolve comidas, crianças, brinquedos, diversão, doenças etc e tal. Pegue um domingo que vc estiver sem fazer nada e procure no google sites dessas revistas dedicadas a pais - em inglês é claro. Além de aprender mais sobre crianças, vc vai ficar mais familiarizado (a) com o vocabulário que envolve esse mundo. 


Mesmo que vc estiver fazendo o processo do programa  através de uma agência. Faça cadastro nos sites independentes também, conversar com várias familias e ler seus perfis ajuda a enriquecer seu vocabulário nessa área. De repente vc até ache uma familia bem bacana, que se cadastre na sua agência
para te ter como au pair. Não é impossível, aconteceu comigo!


6-) Não ter vergonha de falar: Alguém que vc conhece fala inglês? Pegue essa pessoa pra te ajudar então, peça pra ela conversar em inglês com vc, nem que seja pelo menos 1 hora por dia.


7-) Tem smartphone? Perfeito!: o smartphone é uma ferramenta poderosa para aprender outra língua. Já que vc pagou 20 mil reais nesse Iphone ai, vamos usar o que ele oferece. Existem aplicativos adoidado de graça, como o que mostra a letra das músicas que comentei antes. Tem também dicionários, jogos, apps de revistas, de jornais, app para baixar livros em áudio. Os dicionários até falam, ou seja, se vc estiver com dúvida na pronúncia de alguma palavra, pronto, seu smartphone pode te ajudar.

8-) Internet: a internet é outra ferramenta a favor do aprendizado do inglês. No youtube, por exemplo, tem diversos canais voltados ao ensino de língua inglesa, e eles publicam vídeos interessantíssimos. Existem vários blogs e sites com conteúdos como exercícios, vídeos, explicação da gramática, dicas, vocabulários específicos e por ai vai.

9-) Parar de preguiça: sei que muita gente tem preguiça de aprender/melhorar o inglês. Mas ninguém nasce sabendo, já dizia sei lá quem, portanto, faça bom aproveito do tempo que vc passa esperando o embarque. 
10) Agora é hora de acessar os links abaixo porque uma vez que vc pisa em solo estrangeiro a qualquer momento vc vai ter que usar o inglês, dai vai de vc, pagar mico ou não.


Revista Speak up: disponível no Brasil
New York Times: O jornal mais famoso dos Estados Unidos
Washington Post: O jornal da capital dos Estados Unidos
PS: sigam eles no Twitter: @washingtonpost  e @nytimes
Plenty of fish: site de relacionamentos
Hot or not: esse app para smartphone é para conhecer pessoas ao redor e está super em alta nos Estados Unidos, mas só funcionará quando vocês chegarem aqui (ou onde forem).
TuneWiki: app de letras de música 
GAP: site para encontrar host families (para quem quer ser au pair)
Care.com: para encontrar host families (tom para quem quer ser au pair)
Parenting.com: site sobre crianças
Apps de dicionários que eu uso para Iphone (procurem saber se tem para outros smartphones): Phrasal Verbs, Google Translate, WorldWeb, The Free Dictionary, DictBox.
Canais úteis no Youtube: Hello EnglishBritish CouncilThe New York TimesESLWinner.

 Good Luck!

sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

Vlog... 20 Curiosidades | EUA | Parte II



Eae Galera!!! Segunda parte do Curiosidades sobre os Estados Unidos. Confiram no vlog e se inscrevam no canal :)







Obrigada por assistir Bjsss!

sábado, 30 de novembro de 2013

Vlog! O Outono nos Estados Unidos



No primeiro ano que morei nos Estados Unidos, fiquei impressionada como as estações do ano são bem definidas. Na primavera as flores brotam por todos os lados, no verão é calor do início ao fim, no Outono as folhas das árvores mudam a cor para vermelho, laranja ou amarelo. Depois de mudarem de cor, elas caem ficando só os galhos então dando lugar ao inverno.

O outono é uma estação agradável, porque começa a esfriar mas ainda não faz aquele frio insuportável do inverno. Os lugares ficam muito bonitos pelas cores das árvores e até mesmo um mero bairro nos subúrbios acaba virando um cenário incrível para fotos.

No vídeo mostro um passeio pelo Shenandoah National Park, uma reserva natural onde a vista é mais bonita ainda na época de outono.




Obrigada por assistir. Beijos

sexta-feira, 22 de novembro de 2013

Vlog! 20 Curiosidades sobre os EUA.





Eae Galera, tudo bem?
Umas semanas atrás comecei a anotar umas curiosidades que eu percebia de diferente aqui nos Estados Unidos. Quando cheguei em 20 delas, resolvi fazer esse vídeo. Se vc curtir clica no "joinha" e se inscreva no canal.



Obrigada. Bjs :)

terça-feira, 12 de novembro de 2013

Um carnaval qualquer na Ilha Grande

Num mês de março qualquer, eu e mais 3 amigas pegamos o ônibus no terminal Tietê em São Paulo com destino à Ilha Grande (Rio de Janeiro). E como estava lotado aquele terminal. Claro, era carnaval!

Eu costumava ser revoltada com o carnaval, sempre odiei. Odiei o axé, odiei a multidão, odiei as fantasias, odiei as mulheres semi-nuas na Globo. Mas naquele dia, naquele terminal, eu estava amando. Cheguei a conclusão que só o carnaval para me proporcionar 4 dias de feriado numa ilha paradisiaca com muito sol, cerveja e pegação.

E que lugar lindo! Não conheço o mundo inteiro (ainda) mas já estive em muitos lugares de tirar o fôlego, e a Ilha Grande está sem dúvida no topo da lista.

O hostel que ficamos, apesar de pequeno, era bem bacana, super limpo, organizado e os funcionários eram simpáticos e prestativos.

A Ilha Grande tem muitas praias mas as hospedagens, em sua maioria, ficam concentradas na Vila do Abraão, que é também onde esta o píer principal onde chegam e partem os barcos para Angra dos Reis e para as praias da ilha.

São muitos os tours oferecidos pelas agências, vc pode escolher entre fazer um tour de barco que da a volta na Ilha toda, ou vc pode fazer só a metade da Ilha, ou também pode ir para 2 ou 3 praias de sua preferência. Se vc tiver tempo e disposição, tem algumas praias que da pra ir pela trilha, mas são 2 ou 3 horas de caminhada.

Nos fizemos dois tours, e passamos pelas seguintes praias: Praia de Dois Rios, Praia de Lopes Mendes, Praia do Cachadaco, Lagoa Verde. Fotos: (do Google)

Praia Dois Rios
Praia de Lagoa Verde
Praia Cachadaço
Praia Lopez Mendes

Os tours são bem legais, no barco eles servem frutas, água, suco e algumas coisinhas para comer. Cada parada fica mais ou menos 40 minutos em cada praia, não da pra deitar e ficar torrando no sol e lendo uma revista, se vc quiser fazer isso deve ficar nas praias na Vila do Abraão. Esses passeios são mais para apreciar a beleza das praias e tirar fotos.

Me lembro que eu fiquei boba com a cor da água, do céu e a beleza da praia, parecia mentira. Lembram daquele comercial (bem sem noção diga-se de passagem) do chocolate Prestigio? Então, as praias da Ilha Grande sao dignas de cenário de comercial.


Durante o dia a gente conhecia as praias, bebia cerveja e comia frutos do mar e durante a noite festejava. E assim foi o feriado todo. Como odiar o carnaval?

Na primeira noite antes de sair, resolvemos comer um crepe - o mais famoso da Ilha e muito bom por sinal - minha amiga pediu um que tinha alho. Virei pra ela e disse "putz, mas e se aparecer um gatinho mais tarde?" e ela respondeu "eu vou escovar os dentes" e eu retruquei "mas bafo de alho não sai escovando não" e ela disse "mas com tequila sai".

Eu tinha levado uma garrafa de tequila (que havia comprado ja pensando nesse feriado) que a gente detonou e depois foi pra rua pular carnaval. Na praça da vila teve show ao vivo todas as noites e há vários  bares em volta. A pequena vila ficou lotada de gente fantasiada.

Na segunda noite,  a gente entrou mais no clima e vestimos nossas fantasias, que foram aproveitadas do halloween passado. Dessa vez, uns ingleses (que conhecemos no hostel) se juntaram a nos para ir pular na praça. Depois de dançar muito com a banda ao vivo, um dos ingleses foi buscar seu violão, começamos a fazer um lual no meio da praça, varias pessoas se juntaram a nós e quando vimos, tava mo galera cantando junto. Fomos andando até a praia e o lual não parou, a galera saiu atrás da gente cantando, alguns bêbados, alguns sobrios, aquilo foi épico.

Uma das meninas inglesas me disse que no Brasil as pessoas se divertem mais e julgou aquela noite a mais divertida de toda estadia dela na Ilha. Espero que o resto da viagem dela pelo país tenha sido bacana e que ela tenha ido embora com uma boa lembrança do Brasil.

Já era bem tarde e a fome bateu, chamei uma das meninas para ir no crepe. A única coisa que queríamos saber era de comer e voltar pro hostel. No caminho apareceram 2 carinhas nos puxando, só que a gente desviou deles e continuamos nosso caminho para o desejável crepe. Depois de uns minutos a gente se tocou que os caras eram bem gracinhas e falamos uma pra outra " ué, pq a gente nao pegou eles?" E as duas ao mesmo tempo "Ah, preguiça".  Até a Miss Piri dentro de mim só pensava no crepe.

Na manhã seguinte a gente fez um tour de barco, todo mundo tava de ressaca. Andar de barco de ressaca foi osso, mas nada que um engov e uns remédios de dor de cabeça não resolveram.

Na última noite de fanfarra fomos de novo pro show na praça, e nessa noite a gente nao teve preguiça de pegar os gracinhas.

Estávamos no meio do show, quando um chapéu voou sei la de onde e parou na minha cabeça. Um japa atrás de mim pegou o chapéu e ficou zuando que ia rouba-lo (no fim das contas ele ficou com o chapéu mesmo). Acabamos fazendo amizade com a turminha do japa, e tinha um deles que ficou com graca pro meu lado e ele era bem pegável. Aaah dessa vez, não teve crepe que segurasse  a Miss Piri.

Deixamos a Ilha no dia seguinte, afinal, o carnaval tinha chegado ao fim e era hora de voltar para a cinzenta São Paulo.


quinta-feira, 7 de novembro de 2013

Vlog: Festas de Halloween



Eae, video no vlog.

Esse ano o Halloween caiu numa quinta-feira. Por isso, a comemoração começou no fim de semana anterior. Eu fui em 3 festas. Confiram como foi!




Obrigada e Beijos!

sábado, 2 de novembro de 2013

Vlog! Carving a pumpkin (Halloween)

EAEEEE!!! Happy halloween!!!

Mais um vídeo sobre o essa data que eu adoro. Dessa vez resolvi fazer um jack o' lantern, aquelas abóboras esculpidas! Confiram como ficou :) Beijos.












Obrigada por assistir. Se inscrevam no canal no youtube.

terça-feira, 29 de outubro de 2013

Vlog! Halloween - Decoração e Fantasias


Eae Galera! Tudo bem com vcs?

Como eu adoro o Halloween, não poderia deixar de fazer um vlog especial sobre esse assunto. Esse é o primeiro, farei outros.

Como quase todos as datas comemorativas, os americanos entram no clima meeeesmo. Filmei algumas casas e fui xeretar uma loja de fantasias e artigos para festas. Vejam que bacana!







Beijos

Até o próximo vídeo sobre Halloween também.

terça-feira, 22 de outubro de 2013

Vlog! 10 Coisas que eu Prefiro nos EUA.

Eae Galera!! Como vcs estão? 
Segunda parte do video. Agora confiram o que eu prefiro aqui nos Estados Unidos.





Obrigada por assistir. Beijos!

quinta-feira, 17 de outubro de 2013

Vlog...10 coisas que eu prefiro no Brasil.

Eae Galera,

Novo video no vlog. Mesmo que os Estados Unidos seja maior legal, sempre tem alguma coisa que vc vai sentir falta.











Obrigada por assistir! Beijao

domingo, 13 de outubro de 2013

Página do blog no Facebook

Eae galera! Como estao vcs?

Pra quem curte ler meus posts e assistir meus vídeos, fiz uma pagina no Face. Curta, lá. Obrigada :)



Beijos


terça-feira, 8 de outubro de 2013

Vlog... Compras nos Estados Unidos.

Eae Galera! Como estao vcs?

Segue mais um video do vlog. E dessa vez fui dar um passeio numa outlet para mostrar um pouco os precos de bolsas, sapatos, roupas etc. Confiram ai.









Obrigada por assistir.

Beijos

terça-feira, 1 de outubro de 2013

Dinheiro e amor na cultura americana.

O assunto é polêmico, então já vou logo começar dizendo uma coisa que li por ai "não estou aqui para te convencer que estou certa, e sim pra compartilhar minha opinião e mostrar pra quem concorda comigo que eles não estão sozinhos."


Postei a seguinte frase no meu Facebook "Dinheiro dura mais que amor". Muitas pessoas curtiram e comentaram, mas sei que uma grande maioria não curtiu, não comentou mas pensou "coitada, é mal comida". Tenho que dar uma pausa para rir... HahHASUaahahHASUhaauaHAauaHaiahHAHuha...
Ok, voltando. Só pra deixar claro, pra vc que pensou isso, tenho uma coisa pra dizer, não, a questão não tem nada a ver com ser mal comida, porque desse mal, alô alô graças a Deus, eu não sofro.  #pegadora

A questão é o dinheiro e o amor, simples assim. Nesse post vim contar uma coisa que é bem diferente aqui nos Estados Unidos que tem muito a ver com esse assunto. Que é como eles planejam a vida principalmente na questão de casamento e ter família. 

Quando cheguei aqui a primeira vez, eu reparei que a maioria das pessoas entre 23 a 30 anos são solteiras . E depois de ter uns casinhos com uns americanos percebi que isso é parte da cultura e que eles fogem de relacionamento sério nessa idade. No começo fiquei chocada e fiquei pensando "Como pode uma pessoa se envolver com outra e não se apaixonar porque simplesmente não está na hora ainda?". Na minha cabeça de típica brasileira, que vive as emoções à flor da pele, achei o maior absurdo quando levei um pé na bunda de um cara que já tinha me apresentado até pros pais e me levado em reunião de família. Ou seja, aquilo pra mim tava sério, até que ele chegou e disse "Sabe de uma coisa Mari, eu vou fazer uma faculdade e não quero nada sério com ninguém". 

Só anos depois que eu realmente entendi o porque que ele fez aquilo - mas ainda assim ele é um palhaço.

Nos Estados Unidos as pessoas tem um ciclo de vida que é o seguinte: 1-) sair da casa dos pais, 2-) se formar numa facu, 3-) arrumar um emprego, 4-) crescer no emprego, 5-) começar a namorar, 6-) casar,
7-) comprar uma casa, 8-) ter filhos.

É raro vc ver casais que namoram por namorar. Quem namora, de duas uma, ou é porque já está na fase 5 do ciclo de vida deles ou porque é emocional mesmo e não consegue ficar sozinho - apesar desse segundo motivo ser o perfil do brasileiro, tem alguns americanos assim também, mas são poucos.

Nesse ponto, eu me identifico muito mais com a cultura americana. Pow, existe algo mais racional do que vc querer ser alguém na vida primeiro pra depois pensar em família? E é ai que entra o dinheiro, porque vc vê famílias bem de vida nos Estados Unidos? Porque eles planejam. Antes de ter uma penca de filhos, eles pensam se vão poder prover o que uma família precisa, que é saúde, educação, alimentação, moradia e diversão. 

Porque o dinheiro dura mais que o amor? Vamos deixar o mundo da fantasia de lado e acordar pra realidade. Quando o casal começa a enfrentar as contas e perceber que não consegue dar tudo que uma família precisa pra viver dignamente, o que acontece? Brigas. E o que acontece com o amor? Se desgasta. 

Estamos cansados de saber que o amor pode durar até vc morrer, ou não, e que pencas de casais se separam, e o amor vai pro beleleu, e o que sobra? Dinheiro. Se o casal tem dinheiro, as complicações de um divorcio são menores. CLARO que tem o fato de que muitas pessoas mesmo tendo rios de dinheiro acham problema em outras coisas, mas não vou falar sobre essas exceções. Vou falar num geral, se um casal que tem filhos resolve se separar, se eles tiverem grana e tudo planejado para o futuro das crianças, é um PUTA (em letras bem garrafais) de um problema a menos.

Se o casal tem dinheiro e resolvem uma separação amigável, sem mimimis e sem dramas, cada um vai pra um lado, toca sua vida e até acha outra pessoa. E tudo isso numa boa, porque as necessidades de saúde, educação etc e tal, o dinheiro resolve. Agora pensa num casal que não tem grana, que casaram cedo, tiveram filhos sem planejar, imagina a complicação que vai ser pra tocar a vida da família se o amor acabar. 

Não estou criticando o amor, até porque, quem é que namora ou casa sem amor? Ops.. Até tem, as famosas pessoas interesseiras, mas isso é outro assunto. Onde quero chegar é que antes de se aprofundar no mundo dos príncipes encantados e das princesas de cabelos dourados e compridos, vamos pensar um pouco com o cérebro. Hoje eu agradeço muito aquele palhaço que me fez enxergar que eu estava pensando emocionalmente na época, porque talvez hoje eu seria mais uma com uma família não planejada.

sábado, 21 de setembro de 2013

Vlog... Show do Arctic Monkeys em New York.

Eae Galerinha! Como vcs estão?

Atualizando de novo, esse mês ta bombando (haha).

O vlog de hoje é sobre a minha tietagem pra assistir o show do Arctic Monkeys em Nova York, uma banda britânica de indie rock.

Em 2007, um colega de trabalho levou pra casa meu MP3 player (Ipod era coisa de milionário nessa época e claro que eu não tinha) e gravou duas músicas da banda pra mim.


Eram elas "I Bet You Look Good On The Dancefloor" e "When The Sun Goes Down".

Curti a banda quase que instantaneamente quando ouvi o primeiro refrão. Baixei o CD e nunca mais parei de escutar. Pirava toda vez que ia nas baladas na Augusta (rua em SP famosa pelas suas baladas, bares e público alternativo) e o DJ tocava músicas deles. Eu realmente virei muito fã da banda. Felizmente, naquele mesmo ano, eles foram ao Brasil e tocaram no Tim Festival em São Paulo.

Lembro que fui com a minha irmã, ela queria ver Bjork e eu o A.M. Ela não conhecia muito a banda mas depois do show, ficou impressionada. Os caras eram mesmo foda!

Segunda-feira passada eles tocaram no Webster Hall em NY. Eu despenquei de Washington, DC e fui pra NY só para assistir o show! Valeu a pena, foi do caraleo! Fiquei obcecada pelo CD novo depois disso. Confiram como foi.

Obrigada por assistir :)



PS: Se vc estiver usando celular ou um tablet, NÃO clique no youtube para assistir o vídeo. Aperte play DIRETO daqui da pagina do blog, se não, o vídeo NÃO ira funcionar no seu dispositivo móvel.

     



quarta-feira, 18 de setembro de 2013

Vlog... um passeio pela capital dos Estados Unidos.

Oi Galera! Como vcs estao?

Muitos de vcs ja sabem que eu morei na Virginia quando fui au pair, e por isso, quando decidi voltar pros Estados Unidos esse ano, escolhi voltar pro mesmo lugar pois ja conhecia bem a area e muitas pessoas por aqui.

A Virginia eh um Estado grande, mas a cidade que moro, Falls Church, eh bem perto de Washington, DC - a capital do pais. Sao apenas 20 minutos de carro.

DC eh uma cidade muito legal, pra quem vem pros Estados Unidos a passeio, vale muito a pena incluir a capital no roteiro. Eh uma cidade interessante tando de dia quanto a noite.

Cheia de museus, monumentos (como esses que mostro no video), bons lugares para comer, bares, pubs e baladas.

Num domingo a tarde, resolvi dar um passeio por la, e aproveitei pra fazer um video para o vlog. Confiram ai. Espero que gostem.

 PS1: desculpe as palavras sem acento etc e tal, mas estou num computador que eu nao sei onde acentua haha.

PS2: Se vc estiver usando celular ou um tablet, NAO clique no youtube para assistir o video. Aperte play DIRETO daqui da pagina do blog, se nao, o video NAO ira funcionar no seu dispositivo movel.

Obrigada por assistir :)


quinta-feira, 5 de setembro de 2013

Vlog... Dicas imbecis para economizar na balada.

Aee galera! Como vcs estão?

Outro dia eu estava na internet de bobeira e achei um site que dava dicas de como economizar na balada... assistam e vejam como as dicas são imbecis infalíveis!











Beijos. Até a próxima!

terça-feira, 9 de julho de 2013

Vlog... Como foi meu 4 de Julho.

Eae Galera,

Graças ao feriado, além de ir ao banheiro, consegui gravar mais um vídeo para o vlog. Confiram como foi o meu 4 de Julho, o famoso Dia da Independência dos Estados Unidos.












PS: Obrigada quem comentou no youtube, no face ou aqui no blog. Mas não estou conseguindo responder os comments aqui do blog, vou descobrir o que está acontecendo. Valeu :)

PS 1: Galera...Para ver o vídeo de celular ou tablets, cliquem play direto aqui do blog, se vc entrar no youtube, o video não vai funcionar. Infelizmente eu não descobri o que acontece, mas vou mandar um email pro youtube em breve. Thx.

terça-feira, 2 de julho de 2013

E que horas eu vou no banheiro? (Estudos)



Esses dias respondi a mensagem de uma amiga com 24 horas de atraso, pedindo desculpas porque estava tão ocupada que tinha me esquecido. E a resposta dela foi: "estou na mesma, hoje de manhã parei pra cagar e cheguei atrasada numa reunião".  Agora eu entendo o verdadeiro significado do dizer " to sem tempo até pra cagar".


Essa tem sido eu ultimamente.  Quando cheguei aqui nos Estados Unidos há quatro meses, tive inumeros contra-tempos, o que é normal quando você decide morar fora sem apoio de agência de viagens. Um desses contra-tempos que eu passei, vou contar hoje. 

Vim pra cá com a intenção de fazer mestrado em TESOL - teaching english as a second language. E os planos pareciam certos. Eu já sabia qual universidade eu queria estudar, quanto custava, já tinha juntado dinheiro, já tinha ido pessoalmente na universidade quando eu era au pair, e uma funcionária tinha me explicado todo o esquema do curso, exceto por um detalhe: minha facu no Brasil foi de três anos e eu tenho um diploma de licenciatura, no qual eu descobri que não serve pra fazer o mestrado. E só descobri isso depois que cheguei aqui, se aquela funcionária desgracenta tivesse me avisado na época, a coisa seria diferente.

Como assim? Pra entrar no mestrado tem que ter quatro anos de graduação e um diploma de bachalerado, como minha facu foi de três anos e meu diploma é de lincenciatura, eles queriam que eu entrasse na graduação de Educação deles (equivalente ao curso de Letras que eu fiz no Brasil) , pra "completar" a minha facu  e só depois disso começar o mestrado.

Trocando em miudos, esse processo iria me custar em torno de 10 mil dólares a mais do que eu havia planejado gastar, muito mais tempo do que eu havia planejado ficar nos Estados Unidos - meu plano original era ficar no máximo dois anos e meio, e eu teria que estudar de novo as mesmas matérias que eu já estudei na facu de Letras no Brasil por mais um ano e meio... Nem fudendo! 

Eu tive que mudar os planos, um pouco desapontada, mas acontece. Agora estou fazendo um outro curso, pra tirar um certificado em TEFL - teaching english as a foreign language. É a mesma ideia do mestrado, na área do ensino de língua inglesa - que é o que eu queria estudar mesmo. Só que não é um mestrado, e sim um curso livre. Infelizmente não terei título de mestre, mas esse certificado que vou tirar já vai ser ótimo pro meu currículo.

Mas o que que tem a ver toda essa história com a questão "não tenho tempo nem pra cagar". Bom, tem a ver que desde que cheguei aqui não tenho tempo pra nada, porque cada hora é uma coisa que acontece, no começo foi arrumar casa pra morar, trampo, carro etc e tal. Agora comecei esse curso que está me consumindo. 

Então, vim dar uma dica pra você, que está  pensando em morar fora pra estudar (digo, fazer facu, mestrado, ou qualquer curso  profissionalizante, porque só cursinho de inglês é bico) se prepare que a coisa é pesada. 

E claro, fora estudos, tenho que achar tempo pra sair, afinal de contas, é Verão, e esse lugar aqui é um paraíso nessa época do ano. Então da-lhe REDBULL.

segunda-feira, 17 de junho de 2013

Vlog... as baladas americanas.

Eae galerinha!

Segue mais uma do vlog! Como são as baladas nos EUA? Confiram...




Obrigada por assistir. Até!

terça-feira, 11 de junho de 2013

Vlog... Curtindo um fds adoidado!

Eae?

Mais um videozinho pronto. Quem pensa que eu voltei pros Estados Unidos pra estudar, tá muito enganado.  Vim pra cá pra dar rolê em montanha russa... Confiram como foi meu fim de semana. Valeu!






Peço desculpas pela diferença das câmeras, eu usei até o celular!

quinta-feira, 6 de junho de 2013

Vlog... As pérolas de ingrêis!

Alô, Alô Graças a Deus...

Segue mais um vídeo do Vlog. Estou contando pérolas - dessa vez não de palhaços - que algumas pessoas soltam quando estão aprendendo inglês. Confiram!





sábado, 1 de junho de 2013

Vlog: Lá vem o cão arrependido!

Olá!

Segundo vídeo do vlog prontinho. E o assunto continua sendo palhaços e pegação. Sabem aqueles famosos palhaços (ou palhaças também, porque tem mulher que faz isso) que somem e depois se arrependem e resolvem entrar em contato para consertar a cagada! Quem nunca teve uma história parecida?



Obrigada por assistir. Até!

quinta-feira, 30 de maio de 2013

Em busca da felicidade

O que é a felicidade? Porque as pessoas buscam tanto isso? Eu comecei a pensar se eu sou ou não uma pessoa feliz. Bem, desde que eu nasci já passei por muitas coisas que algumas foram tristes, e outras felizes. E vinte e nove anos depois percebi que minha vida continua sendo assim, portanto eu acabo de crer que a felicidade é só um sentimento que vai e vem até o dia da sua morte.

As pessoas tem uma necessidade incessante de serem felizes. E eu percebi isso no Facebook e no Instagram, é uma disputa acirrada pra saber quem é o mais feliz ali. Não que eu seja contra as pessoas postarem coisas alegres – até porque eu também faço parte dessas redes sociais – mas tem gente que é too much!

Tem uns que postam “Graças a Deus, mais um dia estou viva e feliz”, “Bom dia pra você que acordou e vai viver feliz”, “Boa noite para você que vive sorrindo”. Meo, mensagens otimistas tem limite. A pessoa posta “Eba, mais um fim de semana acabou e eu curti muito porque sou feliz!” e na segunda-feira tá lá pegando o busão lotado, indo trabalhar pra ganhar centos reais por mês. E ai, vai falar que tá feliz espremido (a) dentro do busão também?

Vai falar que você é feliz depois de levar um pé na bunda do namorada (o), vai dizer que você é feliz depois de descobrir que esse mês vai ter que pagar o mínimo do cartão de crédito de novo? Que você pula de alegria sabendo que pegou DP na facu?

Assistindo um vídeo do PC Siqueira – eu adoro ele – ele disse o seguinte "Se uma pessoa é muito feliz, é porque ela não está entendendo nada do que está acontecendo". Porra, é exatamente isso!

O que as pessoas não entendem é que ninguém é feliz 24 horas por dia, todos os dias. Todo mundo é igual, todos tem seus bons e maus momentos, tudo bem se você se sentir triste às vezes, de mau-humor, desanimado. Ao invés de ficar postando frases feitas e meter a palavra “feliz” em tudo que você escreve ou fala, porque não vai fazer alguma coisa que você realmente gosta? Assim, aquela tristeza momentânea vai virar uma felicidade, que também será momentânea, e é assim o ciclo da vida.

Freud mesmo definiu a busca pela felicidade uma coisa utópica, porque nesse caminho que você percorre no mundo real, você vai experimentar sentimentos de derrota, por exemplo, e inevitavelmente vai se sentir triste. Enfim, é muito difícil se aprofundar nesse assunto, porque você acaba filosofando e viajando nas ideias, mas basicamente é impossível ser feliz o tempo todo, e isso é completamente normal.

As pessoas que realmente curtem a vida, são aquelas que já passaram por momentos tristes, superaram e agora curtem a felicidade. Eventualmente, virão mais momentos tristes, só que você precisa passar por cima deles e supera-los para sentir o gostinho da tal felicidade de novo. No fim, ser feliz é um sentimento passageiro, assim como a tristeza. E o xis da questão é tentar ser feliz o máximo de tempo que você conseguir e não tentar ser feliz o tempo todo. A pergunta certa não é “Você é feliz?” e sim “Você está feliz agora?”.

quarta-feira, 22 de maio de 2013

Vlog quentinho...As pérolas dos apps de relacionamento!

Aeeee! Saindo do forno meu primeiro vídeo. E bora testar essa coisa de vlog... Espero que gostem!


                                

sexta-feira, 10 de maio de 2013

"Quero te levar pra casa" (post para os cuecas)

Um dia desses fui numa balada gay com um amigo. Naquela noite eu sabia que pegação não rolaria pra mim, mas acabei saindo de lá com um número de telefone. Calma, não virei gay, o número era do segurança da balada, um dos únicos héteros daquela noite.

O cara era bem gatinho, mas depois de trocar umas mensagens não me animei muito em continuar o papo. Pode ser que vire um sexo casual, um rolo ou sei la mais o que, afinal, a gente nunca sabe o que pode acontecer. Mas eu simplesmente fiquei com preguiça dele. Mas porquê? Se o cara era bonitão? Ah, bonitão mas bobão!

Bom, alguns dizem "me desculpem os feios mas beleza é essencial" e outros dizem "beleza não se põe à mesa". Eu digo "é tudo uma questão de contexto".

Quando eu bato o olho num cara, no bar ou na balada, e o acho bonito. Ele já foi aprovado no primeiro requisito. Depois de me aproximar e descobrir um pouco sobre ele, é que eu sei se continuarei atraída pelo cara ou não. Se ele tiver um papo legal, os mesmos interesses, olhar no olho, demonstrar toda aquela linguagem corporal que esta interessado em mim mais do que qualquer outra garota do lugar, ele já passou pelo segundo requisito. Se depois de beija-lo eu perceber que combinou, pode apostar que o cara tem pelo menos 80% de chance de me levar pra casa naquela noite. Os outros 20%  ficam por conta de questões femininas - se eu to depilada, se eu fiz a unha do pé, se eu estou usando uma calcinha apresentável etc etc etc.

Por isso que quando alguém vem com esse papo de "Ah, essas minas que dão logo de cara são as fáceis". Amigo, se você acha fácil e tira de letra o processo que eu descrevi no paragrafo acima, pode bater na minha porta que eu te dou na mesma hora. Acreditem, tá difícil achar caras que passem dessa fase ultimamente, viu?

É mais ou menos o que o Mário tem que passar pra salvar a princesa Pêssego, bom não sei se o Mário come a princesa depois de salva-la das garras do Bowser, mas na vida real, o cara que passar dessa fase de conquista momentânea (ou não momentânea) - digamos assim porque o cara pode conquistar a garota só para come-la ou pode conquista-la pra sempre - provavelmente conseguirá leva-la pra casa na primeira noite.

Mas porque tem toda essa técnica antes de deixar rolar a pegação forte? Pow, se o cara for boa pinta, ter um corpo bacana e tem um p... de tamanho legal - credo, como tô suja nesse post! - porque mesmo assim algumas mulheres ainda tem frescura pra dar? Cara, se a princesa da vida real ta enrolando pra te dar, alguma coisa você esta fazendo errado. Ou não ta fazendo o serviço - sexual - direito, ou você liga pra garota pra falar de sacanagem antes mesmo de perguntar como foi o dia dela, ou simplesmente não está sendo interessante o suficiente pra fazer com que ela fique a fim.

As mulheres sentem tesão por alguém que as façam se sentirem únicas e importantes. Não é nada excitante ta ali na cama com um cara que não faz questão nem de saber o que você faz da vida, que só quer falar com você se for sobre pu....ria, que não se interessa por nada que você diz. Mesmo que as duas partes só queiram sexo casual, pegação ou ser amigos com benefícios, me desculpem desapontá-los meus caros amigos homens, mas você terá que ser cavalheiro mesmo assim.

Caso queira só meter seu p... em algum buraco fácil e rápido, não procure uma garota na balada ou num bar, claro que sempre tem umas estilo mulher-gato, que é só passar a mão que ela já levanta o rabo - isso tem mesmo em muitos lugares. Mas é mais fácil ainda, se você for direto no puteiro, lá eu garanto que não precisará perguntar nome, pedir telefone, abrir porta do carro, nem levar pra jantar pra conseguir o que quer  ;)

segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

Vlog | Programas de Intercâmbio


Olá Galera!!

Último post do ano. Vc quer morar fora? Nesse vídeo falo sobra alguns programas de intercâmbio que vc pode fazer. Se inscreva no canal no Youtube também :)




Obrigada por assistir. Feliz Ano Novo, até 2014!

quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

Vlog! Retrospectiva Pegação 2013



Olá Galera,

Mais um vídeo no vlog. O assunto voltou a ser pegação. Confiram!




Obrigada por assistir. Beijos

segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

Vai fazer intercâmbio? Dicas de Inglês.

Para a maioria da galera que embarca em algum programa de intercâmbio, será a primeira vez que terá contato direto com nativos da língua inglesa (ou outra língua que fale no país), mas nesse post falarei especialmente do inglês. No meu caso foi assim, eu estudei inglês por anos no Brasil, mas a primeira vez que pratiquei de verdade foi quando me meti a ser au pair.

Já fiz um vlog comentando como a gente paga muitos micos até se acostumar. Clique aqui para ver.
Dessa vez darei algumas dicas pra vc que terá seu primeiro contato direto com a língua e diminuir suas chances de pagar um micão quando desembarcar em terras gringas.

1-) Leia em inglês: tá a fim de começar a ler a saga do Jogos Vorazes? Não compre o livro em português. Leia-o em inglês. Leia revistas e jornais internacionais também, acesse o site deles e leia onde for: no metrô, no ônibus, no dentista, no veterinário. Não se preocupe com pequenas palavras que vc não sabe o significado, leia tudo, entender o contexto é o que importa. Anote as palavras que vc nao conhece e as procure depois no dicionário.

2-) Faça cadastro em sites de relacionamento: é solteira (o)? Então faça já seu cadastro pelos sites de relacionamento por ai. Arrumar um gatinho (a) é lucro, o que importa é conversar muito, adicionar no Facebook, e até conversar pelo skype pra treinar speaking e listening. 

3-) Assistir filmes e programas de tv: tenho certeza que todo mundo aqui adora filmes e seriados em inglês. Então vamos parar de colocar legenda em português e colocar-las em inglês. Depois de um tempo fazendo isso, que tal arriscar assistir sem legenda nenhuma?

4-) Procurar a letra das músicas: escutar música também é uma coisa que a maioria das pessoas gostam. Tem até aplicativos para smartphones que toca as músicas do seu celular e mostra a letra. Além de parar de cantar o "embromation" é muito melhor quando vc sabe o que tá cantando.

5-) Vocabulário au pair (pra quem será au pair): o mundo au pair tem o seu vocabulário. E envolve comidas, crianças, brinquedos, diversão, doenças etc e tal. Pegue um domingo que vc estiver sem fazer nada e procure no google sites dessas revistas dedicadas a pais - em inglês é claro. Além de aprender mais sobre crianças, vc vai ficar mais familiarizado (a) com o vocabulário que envolve esse mundo. 


Mesmo que vc estiver fazendo o processo do programa  através de uma agência. Faça cadastro nos sites independentes também, conversar com várias familias e ler seus perfis ajuda a enriquecer seu vocabulário nessa área. De repente vc até ache uma familia bem bacana, que se cadastre na sua agência
para te ter como au pair. Não é impossível, aconteceu comigo!


6-) Não ter vergonha de falar: Alguém que vc conhece fala inglês? Pegue essa pessoa pra te ajudar então, peça pra ela conversar em inglês com vc, nem que seja pelo menos 1 hora por dia.


7-) Tem smartphone? Perfeito!: o smartphone é uma ferramenta poderosa para aprender outra língua. Já que vc pagou 20 mil reais nesse Iphone ai, vamos usar o que ele oferece. Existem aplicativos adoidado de graça, como o que mostra a letra das músicas que comentei antes. Tem também dicionários, jogos, apps de revistas, de jornais, app para baixar livros em áudio. Os dicionários até falam, ou seja, se vc estiver com dúvida na pronúncia de alguma palavra, pronto, seu smartphone pode te ajudar.

8-) Internet: a internet é outra ferramenta a favor do aprendizado do inglês. No youtube, por exemplo, tem diversos canais voltados ao ensino de língua inglesa, e eles publicam vídeos interessantíssimos. Existem vários blogs e sites com conteúdos como exercícios, vídeos, explicação da gramática, dicas, vocabulários específicos e por ai vai.

9-) Parar de preguiça: sei que muita gente tem preguiça de aprender/melhorar o inglês. Mas ninguém nasce sabendo, já dizia sei lá quem, portanto, faça bom aproveito do tempo que vc passa esperando o embarque. 
10) Agora é hora de acessar os links abaixo porque uma vez que vc pisa em solo estrangeiro a qualquer momento vc vai ter que usar o inglês, dai vai de vc, pagar mico ou não.


Revista Speak up: disponível no Brasil
New York Times: O jornal mais famoso dos Estados Unidos
Washington Post: O jornal da capital dos Estados Unidos
PS: sigam eles no Twitter: @washingtonpost  e @nytimes
Plenty of fish: site de relacionamentos
Hot or not: esse app para smartphone é para conhecer pessoas ao redor e está super em alta nos Estados Unidos, mas só funcionará quando vocês chegarem aqui (ou onde forem).
TuneWiki: app de letras de música 
GAP: site para encontrar host families (para quem quer ser au pair)
Care.com: para encontrar host families (tom para quem quer ser au pair)
Parenting.com: site sobre crianças
Apps de dicionários que eu uso para Iphone (procurem saber se tem para outros smartphones): Phrasal Verbs, Google Translate, WorldWeb, The Free Dictionary, DictBox.
Canais úteis no Youtube: Hello EnglishBritish CouncilThe New York TimesESLWinner.

 Good Luck!

sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

Vlog... 20 Curiosidades | EUA | Parte II



Eae Galera!!! Segunda parte do Curiosidades sobre os Estados Unidos. Confiram no vlog e se inscrevam no canal :)







Obrigada por assistir Bjsss!

sábado, 30 de novembro de 2013

Vlog! O Outono nos Estados Unidos



No primeiro ano que morei nos Estados Unidos, fiquei impressionada como as estações do ano são bem definidas. Na primavera as flores brotam por todos os lados, no verão é calor do início ao fim, no Outono as folhas das árvores mudam a cor para vermelho, laranja ou amarelo. Depois de mudarem de cor, elas caem ficando só os galhos então dando lugar ao inverno.

O outono é uma estação agradável, porque começa a esfriar mas ainda não faz aquele frio insuportável do inverno. Os lugares ficam muito bonitos pelas cores das árvores e até mesmo um mero bairro nos subúrbios acaba virando um cenário incrível para fotos.

No vídeo mostro um passeio pelo Shenandoah National Park, uma reserva natural onde a vista é mais bonita ainda na época de outono.




Obrigada por assistir. Beijos

sexta-feira, 22 de novembro de 2013

Vlog! 20 Curiosidades sobre os EUA.





Eae Galera, tudo bem?
Umas semanas atrás comecei a anotar umas curiosidades que eu percebia de diferente aqui nos Estados Unidos. Quando cheguei em 20 delas, resolvi fazer esse vídeo. Se vc curtir clica no "joinha" e se inscreva no canal.



Obrigada. Bjs :)

terça-feira, 12 de novembro de 2013

Um carnaval qualquer na Ilha Grande

Num mês de março qualquer, eu e mais 3 amigas pegamos o ônibus no terminal Tietê em São Paulo com destino à Ilha Grande (Rio de Janeiro). E como estava lotado aquele terminal. Claro, era carnaval!

Eu costumava ser revoltada com o carnaval, sempre odiei. Odiei o axé, odiei a multidão, odiei as fantasias, odiei as mulheres semi-nuas na Globo. Mas naquele dia, naquele terminal, eu estava amando. Cheguei a conclusão que só o carnaval para me proporcionar 4 dias de feriado numa ilha paradisiaca com muito sol, cerveja e pegação.

E que lugar lindo! Não conheço o mundo inteiro (ainda) mas já estive em muitos lugares de tirar o fôlego, e a Ilha Grande está sem dúvida no topo da lista.

O hostel que ficamos, apesar de pequeno, era bem bacana, super limpo, organizado e os funcionários eram simpáticos e prestativos.

A Ilha Grande tem muitas praias mas as hospedagens, em sua maioria, ficam concentradas na Vila do Abraão, que é também onde esta o píer principal onde chegam e partem os barcos para Angra dos Reis e para as praias da ilha.

São muitos os tours oferecidos pelas agências, vc pode escolher entre fazer um tour de barco que da a volta na Ilha toda, ou vc pode fazer só a metade da Ilha, ou também pode ir para 2 ou 3 praias de sua preferência. Se vc tiver tempo e disposição, tem algumas praias que da pra ir pela trilha, mas são 2 ou 3 horas de caminhada.

Nos fizemos dois tours, e passamos pelas seguintes praias: Praia de Dois Rios, Praia de Lopes Mendes, Praia do Cachadaco, Lagoa Verde. Fotos: (do Google)

Praia Dois Rios
Praia de Lagoa Verde
Praia Cachadaço
Praia Lopez Mendes

Os tours são bem legais, no barco eles servem frutas, água, suco e algumas coisinhas para comer. Cada parada fica mais ou menos 40 minutos em cada praia, não da pra deitar e ficar torrando no sol e lendo uma revista, se vc quiser fazer isso deve ficar nas praias na Vila do Abraão. Esses passeios são mais para apreciar a beleza das praias e tirar fotos.

Me lembro que eu fiquei boba com a cor da água, do céu e a beleza da praia, parecia mentira. Lembram daquele comercial (bem sem noção diga-se de passagem) do chocolate Prestigio? Então, as praias da Ilha Grande sao dignas de cenário de comercial.


Durante o dia a gente conhecia as praias, bebia cerveja e comia frutos do mar e durante a noite festejava. E assim foi o feriado todo. Como odiar o carnaval?

Na primeira noite antes de sair, resolvemos comer um crepe - o mais famoso da Ilha e muito bom por sinal - minha amiga pediu um que tinha alho. Virei pra ela e disse "putz, mas e se aparecer um gatinho mais tarde?" e ela respondeu "eu vou escovar os dentes" e eu retruquei "mas bafo de alho não sai escovando não" e ela disse "mas com tequila sai".

Eu tinha levado uma garrafa de tequila (que havia comprado ja pensando nesse feriado) que a gente detonou e depois foi pra rua pular carnaval. Na praça da vila teve show ao vivo todas as noites e há vários  bares em volta. A pequena vila ficou lotada de gente fantasiada.

Na segunda noite,  a gente entrou mais no clima e vestimos nossas fantasias, que foram aproveitadas do halloween passado. Dessa vez, uns ingleses (que conhecemos no hostel) se juntaram a nos para ir pular na praça. Depois de dançar muito com a banda ao vivo, um dos ingleses foi buscar seu violão, começamos a fazer um lual no meio da praça, varias pessoas se juntaram a nós e quando vimos, tava mo galera cantando junto. Fomos andando até a praia e o lual não parou, a galera saiu atrás da gente cantando, alguns bêbados, alguns sobrios, aquilo foi épico.

Uma das meninas inglesas me disse que no Brasil as pessoas se divertem mais e julgou aquela noite a mais divertida de toda estadia dela na Ilha. Espero que o resto da viagem dela pelo país tenha sido bacana e que ela tenha ido embora com uma boa lembrança do Brasil.

Já era bem tarde e a fome bateu, chamei uma das meninas para ir no crepe. A única coisa que queríamos saber era de comer e voltar pro hostel. No caminho apareceram 2 carinhas nos puxando, só que a gente desviou deles e continuamos nosso caminho para o desejável crepe. Depois de uns minutos a gente se tocou que os caras eram bem gracinhas e falamos uma pra outra " ué, pq a gente nao pegou eles?" E as duas ao mesmo tempo "Ah, preguiça".  Até a Miss Piri dentro de mim só pensava no crepe.

Na manhã seguinte a gente fez um tour de barco, todo mundo tava de ressaca. Andar de barco de ressaca foi osso, mas nada que um engov e uns remédios de dor de cabeça não resolveram.

Na última noite de fanfarra fomos de novo pro show na praça, e nessa noite a gente nao teve preguiça de pegar os gracinhas.

Estávamos no meio do show, quando um chapéu voou sei la de onde e parou na minha cabeça. Um japa atrás de mim pegou o chapéu e ficou zuando que ia rouba-lo (no fim das contas ele ficou com o chapéu mesmo). Acabamos fazendo amizade com a turminha do japa, e tinha um deles que ficou com graca pro meu lado e ele era bem pegável. Aaah dessa vez, não teve crepe que segurasse  a Miss Piri.

Deixamos a Ilha no dia seguinte, afinal, o carnaval tinha chegado ao fim e era hora de voltar para a cinzenta São Paulo.


quinta-feira, 7 de novembro de 2013

Vlog: Festas de Halloween



Eae, video no vlog.

Esse ano o Halloween caiu numa quinta-feira. Por isso, a comemoração começou no fim de semana anterior. Eu fui em 3 festas. Confiram como foi!




Obrigada e Beijos!

sábado, 2 de novembro de 2013

Vlog! Carving a pumpkin (Halloween)

EAEEEE!!! Happy halloween!!!

Mais um vídeo sobre o essa data que eu adoro. Dessa vez resolvi fazer um jack o' lantern, aquelas abóboras esculpidas! Confiram como ficou :) Beijos.












Obrigada por assistir. Se inscrevam no canal no youtube.

terça-feira, 29 de outubro de 2013

Vlog! Halloween - Decoração e Fantasias


Eae Galera! Tudo bem com vcs?

Como eu adoro o Halloween, não poderia deixar de fazer um vlog especial sobre esse assunto. Esse é o primeiro, farei outros.

Como quase todos as datas comemorativas, os americanos entram no clima meeeesmo. Filmei algumas casas e fui xeretar uma loja de fantasias e artigos para festas. Vejam que bacana!







Beijos

Até o próximo vídeo sobre Halloween também.

terça-feira, 22 de outubro de 2013

Vlog! 10 Coisas que eu Prefiro nos EUA.

Eae Galera!! Como vcs estão? 
Segunda parte do video. Agora confiram o que eu prefiro aqui nos Estados Unidos.





Obrigada por assistir. Beijos!

quinta-feira, 17 de outubro de 2013

Vlog...10 coisas que eu prefiro no Brasil.

Eae Galera,

Novo video no vlog. Mesmo que os Estados Unidos seja maior legal, sempre tem alguma coisa que vc vai sentir falta.











Obrigada por assistir! Beijao

domingo, 13 de outubro de 2013

Página do blog no Facebook

Eae galera! Como estao vcs?

Pra quem curte ler meus posts e assistir meus vídeos, fiz uma pagina no Face. Curta, lá. Obrigada :)



Beijos


terça-feira, 8 de outubro de 2013

Vlog... Compras nos Estados Unidos.

Eae Galera! Como estao vcs?

Segue mais um video do vlog. E dessa vez fui dar um passeio numa outlet para mostrar um pouco os precos de bolsas, sapatos, roupas etc. Confiram ai.









Obrigada por assistir.

Beijos

terça-feira, 1 de outubro de 2013

Dinheiro e amor na cultura americana.

O assunto é polêmico, então já vou logo começar dizendo uma coisa que li por ai "não estou aqui para te convencer que estou certa, e sim pra compartilhar minha opinião e mostrar pra quem concorda comigo que eles não estão sozinhos."


Postei a seguinte frase no meu Facebook "Dinheiro dura mais que amor". Muitas pessoas curtiram e comentaram, mas sei que uma grande maioria não curtiu, não comentou mas pensou "coitada, é mal comida". Tenho que dar uma pausa para rir... HahHASUaahahHASUhaauaHAauaHaiahHAHuha...
Ok, voltando. Só pra deixar claro, pra vc que pensou isso, tenho uma coisa pra dizer, não, a questão não tem nada a ver com ser mal comida, porque desse mal, alô alô graças a Deus, eu não sofro.  #pegadora

A questão é o dinheiro e o amor, simples assim. Nesse post vim contar uma coisa que é bem diferente aqui nos Estados Unidos que tem muito a ver com esse assunto. Que é como eles planejam a vida principalmente na questão de casamento e ter família. 

Quando cheguei aqui a primeira vez, eu reparei que a maioria das pessoas entre 23 a 30 anos são solteiras . E depois de ter uns casinhos com uns americanos percebi que isso é parte da cultura e que eles fogem de relacionamento sério nessa idade. No começo fiquei chocada e fiquei pensando "Como pode uma pessoa se envolver com outra e não se apaixonar porque simplesmente não está na hora ainda?". Na minha cabeça de típica brasileira, que vive as emoções à flor da pele, achei o maior absurdo quando levei um pé na bunda de um cara que já tinha me apresentado até pros pais e me levado em reunião de família. Ou seja, aquilo pra mim tava sério, até que ele chegou e disse "Sabe de uma coisa Mari, eu vou fazer uma faculdade e não quero nada sério com ninguém". 

Só anos depois que eu realmente entendi o porque que ele fez aquilo - mas ainda assim ele é um palhaço.

Nos Estados Unidos as pessoas tem um ciclo de vida que é o seguinte: 1-) sair da casa dos pais, 2-) se formar numa facu, 3-) arrumar um emprego, 4-) crescer no emprego, 5-) começar a namorar, 6-) casar,
7-) comprar uma casa, 8-) ter filhos.

É raro vc ver casais que namoram por namorar. Quem namora, de duas uma, ou é porque já está na fase 5 do ciclo de vida deles ou porque é emocional mesmo e não consegue ficar sozinho - apesar desse segundo motivo ser o perfil do brasileiro, tem alguns americanos assim também, mas são poucos.

Nesse ponto, eu me identifico muito mais com a cultura americana. Pow, existe algo mais racional do que vc querer ser alguém na vida primeiro pra depois pensar em família? E é ai que entra o dinheiro, porque vc vê famílias bem de vida nos Estados Unidos? Porque eles planejam. Antes de ter uma penca de filhos, eles pensam se vão poder prover o que uma família precisa, que é saúde, educação, alimentação, moradia e diversão. 

Porque o dinheiro dura mais que o amor? Vamos deixar o mundo da fantasia de lado e acordar pra realidade. Quando o casal começa a enfrentar as contas e perceber que não consegue dar tudo que uma família precisa pra viver dignamente, o que acontece? Brigas. E o que acontece com o amor? Se desgasta. 

Estamos cansados de saber que o amor pode durar até vc morrer, ou não, e que pencas de casais se separam, e o amor vai pro beleleu, e o que sobra? Dinheiro. Se o casal tem dinheiro, as complicações de um divorcio são menores. CLARO que tem o fato de que muitas pessoas mesmo tendo rios de dinheiro acham problema em outras coisas, mas não vou falar sobre essas exceções. Vou falar num geral, se um casal que tem filhos resolve se separar, se eles tiverem grana e tudo planejado para o futuro das crianças, é um PUTA (em letras bem garrafais) de um problema a menos.

Se o casal tem dinheiro e resolvem uma separação amigável, sem mimimis e sem dramas, cada um vai pra um lado, toca sua vida e até acha outra pessoa. E tudo isso numa boa, porque as necessidades de saúde, educação etc e tal, o dinheiro resolve. Agora pensa num casal que não tem grana, que casaram cedo, tiveram filhos sem planejar, imagina a complicação que vai ser pra tocar a vida da família se o amor acabar. 

Não estou criticando o amor, até porque, quem é que namora ou casa sem amor? Ops.. Até tem, as famosas pessoas interesseiras, mas isso é outro assunto. Onde quero chegar é que antes de se aprofundar no mundo dos príncipes encantados e das princesas de cabelos dourados e compridos, vamos pensar um pouco com o cérebro. Hoje eu agradeço muito aquele palhaço que me fez enxergar que eu estava pensando emocionalmente na época, porque talvez hoje eu seria mais uma com uma família não planejada.

sábado, 21 de setembro de 2013

Vlog... Show do Arctic Monkeys em New York.

Eae Galerinha! Como vcs estão?

Atualizando de novo, esse mês ta bombando (haha).

O vlog de hoje é sobre a minha tietagem pra assistir o show do Arctic Monkeys em Nova York, uma banda britânica de indie rock.

Em 2007, um colega de trabalho levou pra casa meu MP3 player (Ipod era coisa de milionário nessa época e claro que eu não tinha) e gravou duas músicas da banda pra mim.


Eram elas "I Bet You Look Good On The Dancefloor" e "When The Sun Goes Down".

Curti a banda quase que instantaneamente quando ouvi o primeiro refrão. Baixei o CD e nunca mais parei de escutar. Pirava toda vez que ia nas baladas na Augusta (rua em SP famosa pelas suas baladas, bares e público alternativo) e o DJ tocava músicas deles. Eu realmente virei muito fã da banda. Felizmente, naquele mesmo ano, eles foram ao Brasil e tocaram no Tim Festival em São Paulo.

Lembro que fui com a minha irmã, ela queria ver Bjork e eu o A.M. Ela não conhecia muito a banda mas depois do show, ficou impressionada. Os caras eram mesmo foda!

Segunda-feira passada eles tocaram no Webster Hall em NY. Eu despenquei de Washington, DC e fui pra NY só para assistir o show! Valeu a pena, foi do caraleo! Fiquei obcecada pelo CD novo depois disso. Confiram como foi.

Obrigada por assistir :)



PS: Se vc estiver usando celular ou um tablet, NÃO clique no youtube para assistir o vídeo. Aperte play DIRETO daqui da pagina do blog, se não, o vídeo NÃO ira funcionar no seu dispositivo móvel.

     



quarta-feira, 18 de setembro de 2013

Vlog... um passeio pela capital dos Estados Unidos.

Oi Galera! Como vcs estao?

Muitos de vcs ja sabem que eu morei na Virginia quando fui au pair, e por isso, quando decidi voltar pros Estados Unidos esse ano, escolhi voltar pro mesmo lugar pois ja conhecia bem a area e muitas pessoas por aqui.

A Virginia eh um Estado grande, mas a cidade que moro, Falls Church, eh bem perto de Washington, DC - a capital do pais. Sao apenas 20 minutos de carro.

DC eh uma cidade muito legal, pra quem vem pros Estados Unidos a passeio, vale muito a pena incluir a capital no roteiro. Eh uma cidade interessante tando de dia quanto a noite.

Cheia de museus, monumentos (como esses que mostro no video), bons lugares para comer, bares, pubs e baladas.

Num domingo a tarde, resolvi dar um passeio por la, e aproveitei pra fazer um video para o vlog. Confiram ai. Espero que gostem.

 PS1: desculpe as palavras sem acento etc e tal, mas estou num computador que eu nao sei onde acentua haha.

PS2: Se vc estiver usando celular ou um tablet, NAO clique no youtube para assistir o video. Aperte play DIRETO daqui da pagina do blog, se nao, o video NAO ira funcionar no seu dispositivo movel.

Obrigada por assistir :)


quinta-feira, 5 de setembro de 2013

Vlog... Dicas imbecis para economizar na balada.

Aee galera! Como vcs estão?

Outro dia eu estava na internet de bobeira e achei um site que dava dicas de como economizar na balada... assistam e vejam como as dicas são imbecis infalíveis!











Beijos. Até a próxima!

terça-feira, 9 de julho de 2013

Vlog... Como foi meu 4 de Julho.

Eae Galera,

Graças ao feriado, além de ir ao banheiro, consegui gravar mais um vídeo para o vlog. Confiram como foi o meu 4 de Julho, o famoso Dia da Independência dos Estados Unidos.












PS: Obrigada quem comentou no youtube, no face ou aqui no blog. Mas não estou conseguindo responder os comments aqui do blog, vou descobrir o que está acontecendo. Valeu :)

PS 1: Galera...Para ver o vídeo de celular ou tablets, cliquem play direto aqui do blog, se vc entrar no youtube, o video não vai funcionar. Infelizmente eu não descobri o que acontece, mas vou mandar um email pro youtube em breve. Thx.

terça-feira, 2 de julho de 2013

E que horas eu vou no banheiro? (Estudos)



Esses dias respondi a mensagem de uma amiga com 24 horas de atraso, pedindo desculpas porque estava tão ocupada que tinha me esquecido. E a resposta dela foi: "estou na mesma, hoje de manhã parei pra cagar e cheguei atrasada numa reunião".  Agora eu entendo o verdadeiro significado do dizer " to sem tempo até pra cagar".


Essa tem sido eu ultimamente.  Quando cheguei aqui nos Estados Unidos há quatro meses, tive inumeros contra-tempos, o que é normal quando você decide morar fora sem apoio de agência de viagens. Um desses contra-tempos que eu passei, vou contar hoje. 

Vim pra cá com a intenção de fazer mestrado em TESOL - teaching english as a second language. E os planos pareciam certos. Eu já sabia qual universidade eu queria estudar, quanto custava, já tinha juntado dinheiro, já tinha ido pessoalmente na universidade quando eu era au pair, e uma funcionária tinha me explicado todo o esquema do curso, exceto por um detalhe: minha facu no Brasil foi de três anos e eu tenho um diploma de licenciatura, no qual eu descobri que não serve pra fazer o mestrado. E só descobri isso depois que cheguei aqui, se aquela funcionária desgracenta tivesse me avisado na época, a coisa seria diferente.

Como assim? Pra entrar no mestrado tem que ter quatro anos de graduação e um diploma de bachalerado, como minha facu foi de três anos e meu diploma é de lincenciatura, eles queriam que eu entrasse na graduação de Educação deles (equivalente ao curso de Letras que eu fiz no Brasil) , pra "completar" a minha facu  e só depois disso começar o mestrado.

Trocando em miudos, esse processo iria me custar em torno de 10 mil dólares a mais do que eu havia planejado gastar, muito mais tempo do que eu havia planejado ficar nos Estados Unidos - meu plano original era ficar no máximo dois anos e meio, e eu teria que estudar de novo as mesmas matérias que eu já estudei na facu de Letras no Brasil por mais um ano e meio... Nem fudendo! 

Eu tive que mudar os planos, um pouco desapontada, mas acontece. Agora estou fazendo um outro curso, pra tirar um certificado em TEFL - teaching english as a foreign language. É a mesma ideia do mestrado, na área do ensino de língua inglesa - que é o que eu queria estudar mesmo. Só que não é um mestrado, e sim um curso livre. Infelizmente não terei título de mestre, mas esse certificado que vou tirar já vai ser ótimo pro meu currículo.

Mas o que que tem a ver toda essa história com a questão "não tenho tempo nem pra cagar". Bom, tem a ver que desde que cheguei aqui não tenho tempo pra nada, porque cada hora é uma coisa que acontece, no começo foi arrumar casa pra morar, trampo, carro etc e tal. Agora comecei esse curso que está me consumindo. 

Então, vim dar uma dica pra você, que está  pensando em morar fora pra estudar (digo, fazer facu, mestrado, ou qualquer curso  profissionalizante, porque só cursinho de inglês é bico) se prepare que a coisa é pesada. 

E claro, fora estudos, tenho que achar tempo pra sair, afinal de contas, é Verão, e esse lugar aqui é um paraíso nessa época do ano. Então da-lhe REDBULL.

segunda-feira, 17 de junho de 2013

Vlog... as baladas americanas.

Eae galerinha!

Segue mais uma do vlog! Como são as baladas nos EUA? Confiram...




Obrigada por assistir. Até!

terça-feira, 11 de junho de 2013

Vlog... Curtindo um fds adoidado!

Eae?

Mais um videozinho pronto. Quem pensa que eu voltei pros Estados Unidos pra estudar, tá muito enganado.  Vim pra cá pra dar rolê em montanha russa... Confiram como foi meu fim de semana. Valeu!






Peço desculpas pela diferença das câmeras, eu usei até o celular!

quinta-feira, 6 de junho de 2013

Vlog... As pérolas de ingrêis!

Alô, Alô Graças a Deus...

Segue mais um vídeo do Vlog. Estou contando pérolas - dessa vez não de palhaços - que algumas pessoas soltam quando estão aprendendo inglês. Confiram!





sábado, 1 de junho de 2013

Vlog: Lá vem o cão arrependido!

Olá!

Segundo vídeo do vlog prontinho. E o assunto continua sendo palhaços e pegação. Sabem aqueles famosos palhaços (ou palhaças também, porque tem mulher que faz isso) que somem e depois se arrependem e resolvem entrar em contato para consertar a cagada! Quem nunca teve uma história parecida?



Obrigada por assistir. Até!

quinta-feira, 30 de maio de 2013

Em busca da felicidade

O que é a felicidade? Porque as pessoas buscam tanto isso? Eu comecei a pensar se eu sou ou não uma pessoa feliz. Bem, desde que eu nasci já passei por muitas coisas que algumas foram tristes, e outras felizes. E vinte e nove anos depois percebi que minha vida continua sendo assim, portanto eu acabo de crer que a felicidade é só um sentimento que vai e vem até o dia da sua morte.

As pessoas tem uma necessidade incessante de serem felizes. E eu percebi isso no Facebook e no Instagram, é uma disputa acirrada pra saber quem é o mais feliz ali. Não que eu seja contra as pessoas postarem coisas alegres – até porque eu também faço parte dessas redes sociais – mas tem gente que é too much!

Tem uns que postam “Graças a Deus, mais um dia estou viva e feliz”, “Bom dia pra você que acordou e vai viver feliz”, “Boa noite para você que vive sorrindo”. Meo, mensagens otimistas tem limite. A pessoa posta “Eba, mais um fim de semana acabou e eu curti muito porque sou feliz!” e na segunda-feira tá lá pegando o busão lotado, indo trabalhar pra ganhar centos reais por mês. E ai, vai falar que tá feliz espremido (a) dentro do busão também?

Vai falar que você é feliz depois de levar um pé na bunda do namorada (o), vai dizer que você é feliz depois de descobrir que esse mês vai ter que pagar o mínimo do cartão de crédito de novo? Que você pula de alegria sabendo que pegou DP na facu?

Assistindo um vídeo do PC Siqueira – eu adoro ele – ele disse o seguinte "Se uma pessoa é muito feliz, é porque ela não está entendendo nada do que está acontecendo". Porra, é exatamente isso!

O que as pessoas não entendem é que ninguém é feliz 24 horas por dia, todos os dias. Todo mundo é igual, todos tem seus bons e maus momentos, tudo bem se você se sentir triste às vezes, de mau-humor, desanimado. Ao invés de ficar postando frases feitas e meter a palavra “feliz” em tudo que você escreve ou fala, porque não vai fazer alguma coisa que você realmente gosta? Assim, aquela tristeza momentânea vai virar uma felicidade, que também será momentânea, e é assim o ciclo da vida.

Freud mesmo definiu a busca pela felicidade uma coisa utópica, porque nesse caminho que você percorre no mundo real, você vai experimentar sentimentos de derrota, por exemplo, e inevitavelmente vai se sentir triste. Enfim, é muito difícil se aprofundar nesse assunto, porque você acaba filosofando e viajando nas ideias, mas basicamente é impossível ser feliz o tempo todo, e isso é completamente normal.

As pessoas que realmente curtem a vida, são aquelas que já passaram por momentos tristes, superaram e agora curtem a felicidade. Eventualmente, virão mais momentos tristes, só que você precisa passar por cima deles e supera-los para sentir o gostinho da tal felicidade de novo. No fim, ser feliz é um sentimento passageiro, assim como a tristeza. E o xis da questão é tentar ser feliz o máximo de tempo que você conseguir e não tentar ser feliz o tempo todo. A pergunta certa não é “Você é feliz?” e sim “Você está feliz agora?”.

quarta-feira, 22 de maio de 2013

Vlog quentinho...As pérolas dos apps de relacionamento!

Aeeee! Saindo do forno meu primeiro vídeo. E bora testar essa coisa de vlog... Espero que gostem!


                                

sexta-feira, 10 de maio de 2013

"Quero te levar pra casa" (post para os cuecas)

Um dia desses fui numa balada gay com um amigo. Naquela noite eu sabia que pegação não rolaria pra mim, mas acabei saindo de lá com um número de telefone. Calma, não virei gay, o número era do segurança da balada, um dos únicos héteros daquela noite.

O cara era bem gatinho, mas depois de trocar umas mensagens não me animei muito em continuar o papo. Pode ser que vire um sexo casual, um rolo ou sei la mais o que, afinal, a gente nunca sabe o que pode acontecer. Mas eu simplesmente fiquei com preguiça dele. Mas porquê? Se o cara era bonitão? Ah, bonitão mas bobão!

Bom, alguns dizem "me desculpem os feios mas beleza é essencial" e outros dizem "beleza não se põe à mesa". Eu digo "é tudo uma questão de contexto".

Quando eu bato o olho num cara, no bar ou na balada, e o acho bonito. Ele já foi aprovado no primeiro requisito. Depois de me aproximar e descobrir um pouco sobre ele, é que eu sei se continuarei atraída pelo cara ou não. Se ele tiver um papo legal, os mesmos interesses, olhar no olho, demonstrar toda aquela linguagem corporal que esta interessado em mim mais do que qualquer outra garota do lugar, ele já passou pelo segundo requisito. Se depois de beija-lo eu perceber que combinou, pode apostar que o cara tem pelo menos 80% de chance de me levar pra casa naquela noite. Os outros 20%  ficam por conta de questões femininas - se eu to depilada, se eu fiz a unha do pé, se eu estou usando uma calcinha apresentável etc etc etc.

Por isso que quando alguém vem com esse papo de "Ah, essas minas que dão logo de cara são as fáceis". Amigo, se você acha fácil e tira de letra o processo que eu descrevi no paragrafo acima, pode bater na minha porta que eu te dou na mesma hora. Acreditem, tá difícil achar caras que passem dessa fase ultimamente, viu?

É mais ou menos o que o Mário tem que passar pra salvar a princesa Pêssego, bom não sei se o Mário come a princesa depois de salva-la das garras do Bowser, mas na vida real, o cara que passar dessa fase de conquista momentânea (ou não momentânea) - digamos assim porque o cara pode conquistar a garota só para come-la ou pode conquista-la pra sempre - provavelmente conseguirá leva-la pra casa na primeira noite.

Mas porque tem toda essa técnica antes de deixar rolar a pegação forte? Pow, se o cara for boa pinta, ter um corpo bacana e tem um p... de tamanho legal - credo, como tô suja nesse post! - porque mesmo assim algumas mulheres ainda tem frescura pra dar? Cara, se a princesa da vida real ta enrolando pra te dar, alguma coisa você esta fazendo errado. Ou não ta fazendo o serviço - sexual - direito, ou você liga pra garota pra falar de sacanagem antes mesmo de perguntar como foi o dia dela, ou simplesmente não está sendo interessante o suficiente pra fazer com que ela fique a fim.

As mulheres sentem tesão por alguém que as façam se sentirem únicas e importantes. Não é nada excitante ta ali na cama com um cara que não faz questão nem de saber o que você faz da vida, que só quer falar com você se for sobre pu....ria, que não se interessa por nada que você diz. Mesmo que as duas partes só queiram sexo casual, pegação ou ser amigos com benefícios, me desculpem desapontá-los meus caros amigos homens, mas você terá que ser cavalheiro mesmo assim.

Caso queira só meter seu p... em algum buraco fácil e rápido, não procure uma garota na balada ou num bar, claro que sempre tem umas estilo mulher-gato, que é só passar a mão que ela já levanta o rabo - isso tem mesmo em muitos lugares. Mas é mais fácil ainda, se você for direto no puteiro, lá eu garanto que não precisará perguntar nome, pedir telefone, abrir porta do carro, nem levar pra jantar pra conseguir o que quer  ;)

Receba um e-mail quando o blog for atualizado