sábado, 11 de dezembro de 2010

Você teria uma Au pair?


Conversando com uma amiga, começamos um assunto sobre formar uma família, acabamos caindo no assunto Você teria uma Au pair? e concluimos que por mais que tivessemos uma penca de filhos, uma Aupair não seria uma solução. Colocar gente estranha dentro de casa é mesmo um costume americano, eu não acho nada normal conhecer uma pessoa pela internet de outro país e trazer pra morar na sua casa. Mas não é só pelo fato de que essa mania não faz parte da minha cultura, mas também tem outros motivos pelo qual nós não fariamos isso.

As Au pairs tem acesso a tudo da vida da host family: correspondência que eles esquecem aberta em cima do balcão da cozinha, brigas de família, casa mal arrumada, louça mal lavada, cueca suja que o host esquece no banheiro depois de tomar banho, mimos entre o casal e por ai vai, a intimidade da família vai por água abaixo.

Fora isso, também tem as manias de cada Au pair: comer no meio da noite e fazer barulho na cozinha, chegar bêbada da balada – e fazer barulho, esquecer a chave da porta e ter que ligar dentro da casa pra pedir pra abrir, esquecer gilette usada ou roupa suja no banheiro, quarto bagunçado, falar alto no telefone, e uma infinidade de coisas que todos nós temos e a host family também tem que aceitar.

Eu e as meninas que ando já aprontamos cada uma que se as host families descubrissem pediriam rematch na hora e olha que nós somos um grupo de Aupair que tem noção das coisas. Fico sabendo de cada história que até Deus duvida (que nem diz minha mãe).

Acho que a minha primeira cagadinha foi levar multa por excesso de velocidade, eu estava com o menino de 2 anos dentro do carro, por isso, resolvi ficar quietinha, pagar a multa sem falar pro meus hosts. Eles nunca descobriram. Depois dessa multa vieram mais trocentas...dessas só contei de uma porque não era tão grave. Com o tempo fiquei mais abusadinha, uma bela noite, bebi pra cassete e achei que tava sussa pra dirigir, quando peguei o carro e vi que tava enxergando 2 faróis, 2 calçadas e ainda por cima embassado, eu notei que o nível de álcool ainda tava alto, tive muita sorte de chegar em casa sem nenhuma polícia ter me parado, se não, voltaria pro Brasil fichada nos Estados Unidos.

Toda vez que fiquei sozinha aprontei alguma, já trouxe várias amigas para fazer clube da luluzinha, comemos a comida deles, bebemos, até dançamos em cima do balcão da cozinha. Outra vez, saimos de balada e voltamos todas bêbadas, deixei todo mundo dormir em casa, coloquei amiga pra dormir até na cama das crianças.

No Verão desse ano minha família viajou, e fui eu inventar de fazer um churrasco em casa, deu até polícia, já contei aqui sobre essa festa. Quando meus hosts chegaram de viagem, eu fiquei com a bunda na mão (pra não falar outra coisa) com medo de algum vizinho ir fofocar, por sorte, eles nunca souberam. Não satisfeita, numa segunda vez que eles foram viajar, eu dei uma festinha na casa, fiquei mais louca que o bozo e até deixar um amigo acender cigarro dentro da casa eu deixei, sorte que uma amiga sóbrea viu e mandou ele sair.

Outro dia cheguei da balada bêbada de madrugada. Estava segurando um monte de sacolas. Parei na cozinha pra beliscar alguma coisa (coisa que jamais faço sobrea porque faz barulho), derrubei as sacolas todas no chão, coloquei coisa pra esquentar no microondas, quando fui descer pro meu quarto, caí nas escadas e consequentemente as sacolas foram todas pro chão e junto comigo, sairam rolando até o último degrau. Ou seja, naquela noite a casa inteira acordou.

Já bati o carro feio, já dei muitos raladinhos leves também, já fiquei sem gasolina no meio da rua, já deu pipino no carro de amigas na frente da minha casa e no fim eu tive que pedir uma mãozinha para o meu host. Já dei uns amassos dentro do carro deles com um cara da Navy que até um tag do uniforme dele caiu atrás do banco e eu fui descobrir depois, minha host pegou o carro na manhã seguinte, mas ainda bem que ninguém viu.

Bom, presepadas é o que não faltam. As minhas amigas também já aprontaram várias parecidas (ou até piores). Uma delas foi encontrar um peguete no bar, os dois beberam tanto que ela resolveu leva-lo pra casa escondido - a maioria das Aupairs não são autorizadas a levar homem dentro de casa - no dia seguinte ela não ia trabalhar, então os dois ficaram bem quietinhos até todo mundo da casa sair, e ai o menino foi embora. Uma outra amiga minha deu uma festa num fim de semana que ficou sozinha em casa, a festa foi a maior pegação, todo mundo ficou louco de bebida e pegou alguém. Teve um casal que foi dar umas no quarto dos host, e outro no quarto das crianças.

Tem histórias que não acabam mais, e isso que somos o grupo das mais comportadas, imagina as outras. Você acha que depois dessa experiência eu teria uma Au pair? JAMAIS.

6 comentários:

  1. HAHAHAHAHAHA
    nem preciso falar que eu amei o post, que to rindo até agora né?! depois desse NEM eu quero ter au pair!!! vou deixar meus filhinhos com a minha mamae mesmo!
    beijones!
    :]

    ResponderExcluir
  2. Ahahahaha Mariiiii, se vc e suas amigas são as calmas, faço idéia das q não são! Como sempre: tem coisas q só acontecem com vc!!! huahuahuahuahua

    ResponderExcluir
  3. HUEHUEHUEHE
    no finaalll, quando percebi tava lendo aasimm: de bOca aberta!! hueheuheuheh
    CARACAAA. comedia demaiss.. vcs sao loucass...
    Acho q eu tbm nao teria uma au pair
    huehuehue
    =]
    BJAAOOO

    ResponderExcluir
  4. é..definitivamente eu não teria uma au pair!
    hahaha..
    muito bom seus posts..bem realista mesmo..
    é bom que seus hosts nem passem por aqui hein..
    rs
    bjos

    ResponderExcluir
  5. mineis vc esqueceu de citar a loca da P. que pagava um pau pro host dela quando ele aparecia peladao ahaha sai eu não teria uma em casa nem fodendo...quero dizer, talvez uma crente, cardesista mãe de 5 filhos, 50 anos...hauhauaha

    ResponderExcluir
  6. Nossa, eh a pior parte, sem duvida. Eu trouxe 3 malas abarrotadas e mais 2 de mao tmb lotadas, e mais um monte de coisa na mao. LOL.
    Mas sim, dizer thau pra td isso eh horrivel. Apesar de eu estar bem aqui, penso nos eua, na minha family, todos os dias.

    Seja bem vinda, Mariii!!

    Beijao

    ResponderExcluir

sábado, 11 de dezembro de 2010

Você teria uma Au pair?


Conversando com uma amiga, começamos um assunto sobre formar uma família, acabamos caindo no assunto Você teria uma Au pair? e concluimos que por mais que tivessemos uma penca de filhos, uma Aupair não seria uma solução. Colocar gente estranha dentro de casa é mesmo um costume americano, eu não acho nada normal conhecer uma pessoa pela internet de outro país e trazer pra morar na sua casa. Mas não é só pelo fato de que essa mania não faz parte da minha cultura, mas também tem outros motivos pelo qual nós não fariamos isso.

As Au pairs tem acesso a tudo da vida da host family: correspondência que eles esquecem aberta em cima do balcão da cozinha, brigas de família, casa mal arrumada, louça mal lavada, cueca suja que o host esquece no banheiro depois de tomar banho, mimos entre o casal e por ai vai, a intimidade da família vai por água abaixo.

Fora isso, também tem as manias de cada Au pair: comer no meio da noite e fazer barulho na cozinha, chegar bêbada da balada – e fazer barulho, esquecer a chave da porta e ter que ligar dentro da casa pra pedir pra abrir, esquecer gilette usada ou roupa suja no banheiro, quarto bagunçado, falar alto no telefone, e uma infinidade de coisas que todos nós temos e a host family também tem que aceitar.

Eu e as meninas que ando já aprontamos cada uma que se as host families descubrissem pediriam rematch na hora e olha que nós somos um grupo de Aupair que tem noção das coisas. Fico sabendo de cada história que até Deus duvida (que nem diz minha mãe).

Acho que a minha primeira cagadinha foi levar multa por excesso de velocidade, eu estava com o menino de 2 anos dentro do carro, por isso, resolvi ficar quietinha, pagar a multa sem falar pro meus hosts. Eles nunca descobriram. Depois dessa multa vieram mais trocentas...dessas só contei de uma porque não era tão grave. Com o tempo fiquei mais abusadinha, uma bela noite, bebi pra cassete e achei que tava sussa pra dirigir, quando peguei o carro e vi que tava enxergando 2 faróis, 2 calçadas e ainda por cima embassado, eu notei que o nível de álcool ainda tava alto, tive muita sorte de chegar em casa sem nenhuma polícia ter me parado, se não, voltaria pro Brasil fichada nos Estados Unidos.

Toda vez que fiquei sozinha aprontei alguma, já trouxe várias amigas para fazer clube da luluzinha, comemos a comida deles, bebemos, até dançamos em cima do balcão da cozinha. Outra vez, saimos de balada e voltamos todas bêbadas, deixei todo mundo dormir em casa, coloquei amiga pra dormir até na cama das crianças.

No Verão desse ano minha família viajou, e fui eu inventar de fazer um churrasco em casa, deu até polícia, já contei aqui sobre essa festa. Quando meus hosts chegaram de viagem, eu fiquei com a bunda na mão (pra não falar outra coisa) com medo de algum vizinho ir fofocar, por sorte, eles nunca souberam. Não satisfeita, numa segunda vez que eles foram viajar, eu dei uma festinha na casa, fiquei mais louca que o bozo e até deixar um amigo acender cigarro dentro da casa eu deixei, sorte que uma amiga sóbrea viu e mandou ele sair.

Outro dia cheguei da balada bêbada de madrugada. Estava segurando um monte de sacolas. Parei na cozinha pra beliscar alguma coisa (coisa que jamais faço sobrea porque faz barulho), derrubei as sacolas todas no chão, coloquei coisa pra esquentar no microondas, quando fui descer pro meu quarto, caí nas escadas e consequentemente as sacolas foram todas pro chão e junto comigo, sairam rolando até o último degrau. Ou seja, naquela noite a casa inteira acordou.

Já bati o carro feio, já dei muitos raladinhos leves também, já fiquei sem gasolina no meio da rua, já deu pipino no carro de amigas na frente da minha casa e no fim eu tive que pedir uma mãozinha para o meu host. Já dei uns amassos dentro do carro deles com um cara da Navy que até um tag do uniforme dele caiu atrás do banco e eu fui descobrir depois, minha host pegou o carro na manhã seguinte, mas ainda bem que ninguém viu.

Bom, presepadas é o que não faltam. As minhas amigas também já aprontaram várias parecidas (ou até piores). Uma delas foi encontrar um peguete no bar, os dois beberam tanto que ela resolveu leva-lo pra casa escondido - a maioria das Aupairs não são autorizadas a levar homem dentro de casa - no dia seguinte ela não ia trabalhar, então os dois ficaram bem quietinhos até todo mundo da casa sair, e ai o menino foi embora. Uma outra amiga minha deu uma festa num fim de semana que ficou sozinha em casa, a festa foi a maior pegação, todo mundo ficou louco de bebida e pegou alguém. Teve um casal que foi dar umas no quarto dos host, e outro no quarto das crianças.

Tem histórias que não acabam mais, e isso que somos o grupo das mais comportadas, imagina as outras. Você acha que depois dessa experiência eu teria uma Au pair? JAMAIS.

6 comentários:

  1. HAHAHAHAHAHA
    nem preciso falar que eu amei o post, que to rindo até agora né?! depois desse NEM eu quero ter au pair!!! vou deixar meus filhinhos com a minha mamae mesmo!
    beijones!
    :]

    ResponderExcluir
  2. Ahahahaha Mariiiii, se vc e suas amigas são as calmas, faço idéia das q não são! Como sempre: tem coisas q só acontecem com vc!!! huahuahuahuahua

    ResponderExcluir
  3. HUEHUEHUEHE
    no finaalll, quando percebi tava lendo aasimm: de bOca aberta!! hueheuheuheh
    CARACAAA. comedia demaiss.. vcs sao loucass...
    Acho q eu tbm nao teria uma au pair
    huehuehue
    =]
    BJAAOOO

    ResponderExcluir
  4. é..definitivamente eu não teria uma au pair!
    hahaha..
    muito bom seus posts..bem realista mesmo..
    é bom que seus hosts nem passem por aqui hein..
    rs
    bjos

    ResponderExcluir
  5. mineis vc esqueceu de citar a loca da P. que pagava um pau pro host dela quando ele aparecia peladao ahaha sai eu não teria uma em casa nem fodendo...quero dizer, talvez uma crente, cardesista mãe de 5 filhos, 50 anos...hauhauaha

    ResponderExcluir
  6. Nossa, eh a pior parte, sem duvida. Eu trouxe 3 malas abarrotadas e mais 2 de mao tmb lotadas, e mais um monte de coisa na mao. LOL.
    Mas sim, dizer thau pra td isso eh horrivel. Apesar de eu estar bem aqui, penso nos eua, na minha family, todos os dias.

    Seja bem vinda, Mariii!!

    Beijao

    ResponderExcluir

Receba um e-mail quando o blog for atualizado