quinta-feira, 6 de maio de 2010

Hetero aviadado?


Depois de tantas decepções eu já desisti de acreditar que um dia ficarei com um cara que não vai soltar uma pérola ou fazer alguma palhaçada. Pois bem, eu reclamo mas sei que é impossível viver sem esses palhaços então quando conheço algum gatinho eu penso "Ah, vô pegar esse palhaço ai, se não prestar, pelo menos presta para as necessidades básicas". Só que depois de uns episódios que aconteceram eu cheguei a uma conclusão muito triste: até para necessidades básicas essas criaturas não tão prestando. Tenho certeza que vocês estão pensando "Xiiii, tem pegado ruím de cama, é Mari??". Bom, o negócio não é isso, pior ainda, o negócio nem chega aos finalmentes. O que aconteceu foi o seguinte:

Uma amiga minha, antes de vir pra cá, tinha pegado um carinha da Faculdade e desde que ela botou os pés nos Estados Unidos eles não paravam de se comunicar por MSN, trocando aquelas mensagens engraçadinhas, estilo "I know you want me, You know I wantcha". Completados 6 meses de sofrimento na Terrinha do Tio San, ela resolveu ir para o Brasil de férias e já avisou pra ele "Fulano, to chegando por ai, vamos dar uns pegas", e o cara passou o telefone dele e tals, abraçando a idéia e dizendo que já tava tudo marcado. Quando foi 2 ou 3 dias antes do embarque dela, o cara sumiu do MSN e internet no geral, quando ela desembarcou no Brasil ligou pro celular do palhaço, o número que ele tinha dado não funcionava. Ligou na casa dele, deixou recado...NADA. Ela não conseguiu encontrar ele no Brasil e voltou pra cá sem dar os pegas no dito cujo. Isso que os esquemas tavam fortes, até uma pernoite no "MetiDonald's" eles tinham combinado. O que aconteceu com o belezinha eu não sei, porque esqueci de perguntar pra ela, mas que é um viado correndo de mulher é.

Uma outra amiga conheceu um cara pelo site, o cara morava a 1 hora de distância da cidade dela, e mesmo assim, foi encontra-la num bar perto da casa dela. Eles tiveram
um date bem agradável e continuaram o contato. Depois de uns 2 ou 3 encontros, ela o chamou para vir pra sua cidade no fim de semana para eles fazerem algo, e logo avisou que sua amiga tinha ido viajar e deixado a chave do apartamento com ela, isso significava que, eles teriam um apê SÓ para eles "dormirem". Ele respondeu que sim, claro, estaria lá, que não via a hora de estar com ela...Tudo conversinha. No dia X, ela mandou mensagem confirmando o horário que ele ia vir e onde iriam se encontrar, o cara simplismente não respondeu, ela mandou outra mensagem - só pra não ficar aquela dúvida "será que ele recebeu?" - mas NADA novamente. Depois de umas semanas, o palhaço manda mensagem pedindo desculpa pelo sumiço, que foi um trouxa e queria ve-la em breve. Analisem comigo um cara que não dá satisfação nenhuma pra uma mulher que o chamou pra ficarem SOZINHOS num apê. Vai pra puta que pariu, né?



Bom, hora de contar a MINHA experiência, que foi com o palhaço mais recente. Ele mora meio longe de mim, mesmo assim vive me mandando mensagem querendo me ver. Numa dessas mensagens respondi que eu tinha uma house party pra ir no sábado e perguntei se ele queria ir. Bom, como eu sei que as condições para ele não são boas (a pessoa não tem carro) eu fui generosa e me ofereci de ir buscá-lo e levá-lo no dia seguinte com a condição que, depois da festa, a gente dormisse num hotel - anexo: não coloquei aspas no 'dormir' porque pretendia beber e não sabia o estado que chegariamos da festa, mas a intenção, pelo menos minha, não era dormir...claro! Haushaushaushas - mas depois de contados no relógio 30 minutos que eu mandei a mensagem, a criatura responde "Ah Sounds Ok" - quando vc fala que algo é ok é porque não é lá aquelas coisas boa - ai ele terminou a mensagem dizendo que precisava confirmar se ele tinha algo pra fazer no domingo e bla bla bla. Ou seja, dando desculpa esfarrapada. O problema desse bozo eu não sei, primeiro porque quem mandou mensagem primeiro foi ele, perguntando se eu tava free no sábado, eu fiz o favor de convidá-lo pra festa que eu tinha em vista e AINDA POR CIMA me propus a ir buscar e levar a criança. Pode ser que ele não tem dinheiro para pagar o hotel, mas aí, nesse caso se eu fosse ele me matava, porque aqui não tem Motel mô caro, que nem no Brasil, cheio de rococó só pra dar umas. Aqui Motel e Hotel dá praticamente na mesma, é só pra se hospedar mesmo e eu tava pensando num hotelzinho barato, tipo 40/50 dólares uma noite, perto de onde a festa ia ser. Pode ser também que ele é folgado mesmo e PENSA que eu vou ficar dirigindo uma hora todo fim de semana só pra vê-lo.

Enfim, na próxima vez que eu tiver cogitando a possibilidade de pegar algum artista circense para "necessidades básicas" vou ter que perguntar se ele vai completar o serviço, ou vai dar um de hetero aviadado e correr, dependendo da resposta eu já saio fora antes mesmo de beijar.

8 comentários:

  1. auehiauheiuaheuiae
    eu ri horroooooooooooooores com esse post
    kkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  2. HAHAHAHA morri com esse post, adooooroooo!

    Menina, vc mora aonde, hein?

    ResponderExcluir
  3. Agora sim consigo comentar: Mari, demaissssss como sempre!!! Sempre morro de rir com suas histórias!

    ResponderExcluir
  4. Oi Mari... nunca comentei mas sempre passo por aqui!!!!! O problema eu acho q não é só aí não viu?? rsrs me identifiquei muuuuuuito!!! Parabéns pelo blog! é ótimo!
    Carla

    ResponderExcluir
  5. Mari, nossa, acho que não é só aí que esse tipo está em alta!!! Por aqui, nas terras tupiniquins, já encontrei váriooossssss!!!! hahahahhaha
    Adorei seu post!!
    Bjos

    ResponderExcluir
  6. Amei!! Uma estória parecida com a do apê aconteceu comigo semana passada, aff. É bom saber que não sou a unica hauhauha
    bjs

    ResponderExcluir
  7. Homens sao uns palhacoes mesmos. Eu acho os brasileiros uns filhos da puta, adoram dar perdidos das meninas. Ja os americanos sao lerdinhos !!! Eu conheco amigas minhas que ja chegaram a ficar sozinhas com o cara em um quarto e nada rolou acredita !!!! Mas depois de dar tanta cabecada com homens, hoje eu casada apredi a licao mais importante, quando o cara ta realmente afim ele vai ate o inferno atras da menina !!! Mas o duro eh achar esse cara q ta afim ! eu gracas a deus achei o meu ! desejo sorte a todas as meninas que ainda nao encontraram =P

    ResponderExcluir
  8. Aí, uma opinião de um hétero convicto. Vocês estão assustando os caras com tanta agressividade, talvez eles tenham se sentido caçados, como se um rato começasse a perseguir um gato, e amarelaram. Deixem os caras se sentirem mais másculos achando que estão no controle de tudo. Nós homens precisamos disso!

    ResponderExcluir

quinta-feira, 6 de maio de 2010

Hetero aviadado?


Depois de tantas decepções eu já desisti de acreditar que um dia ficarei com um cara que não vai soltar uma pérola ou fazer alguma palhaçada. Pois bem, eu reclamo mas sei que é impossível viver sem esses palhaços então quando conheço algum gatinho eu penso "Ah, vô pegar esse palhaço ai, se não prestar, pelo menos presta para as necessidades básicas". Só que depois de uns episódios que aconteceram eu cheguei a uma conclusão muito triste: até para necessidades básicas essas criaturas não tão prestando. Tenho certeza que vocês estão pensando "Xiiii, tem pegado ruím de cama, é Mari??". Bom, o negócio não é isso, pior ainda, o negócio nem chega aos finalmentes. O que aconteceu foi o seguinte:

Uma amiga minha, antes de vir pra cá, tinha pegado um carinha da Faculdade e desde que ela botou os pés nos Estados Unidos eles não paravam de se comunicar por MSN, trocando aquelas mensagens engraçadinhas, estilo "I know you want me, You know I wantcha". Completados 6 meses de sofrimento na Terrinha do Tio San, ela resolveu ir para o Brasil de férias e já avisou pra ele "Fulano, to chegando por ai, vamos dar uns pegas", e o cara passou o telefone dele e tals, abraçando a idéia e dizendo que já tava tudo marcado. Quando foi 2 ou 3 dias antes do embarque dela, o cara sumiu do MSN e internet no geral, quando ela desembarcou no Brasil ligou pro celular do palhaço, o número que ele tinha dado não funcionava. Ligou na casa dele, deixou recado...NADA. Ela não conseguiu encontrar ele no Brasil e voltou pra cá sem dar os pegas no dito cujo. Isso que os esquemas tavam fortes, até uma pernoite no "MetiDonald's" eles tinham combinado. O que aconteceu com o belezinha eu não sei, porque esqueci de perguntar pra ela, mas que é um viado correndo de mulher é.

Uma outra amiga conheceu um cara pelo site, o cara morava a 1 hora de distância da cidade dela, e mesmo assim, foi encontra-la num bar perto da casa dela. Eles tiveram
um date bem agradável e continuaram o contato. Depois de uns 2 ou 3 encontros, ela o chamou para vir pra sua cidade no fim de semana para eles fazerem algo, e logo avisou que sua amiga tinha ido viajar e deixado a chave do apartamento com ela, isso significava que, eles teriam um apê SÓ para eles "dormirem". Ele respondeu que sim, claro, estaria lá, que não via a hora de estar com ela...Tudo conversinha. No dia X, ela mandou mensagem confirmando o horário que ele ia vir e onde iriam se encontrar, o cara simplismente não respondeu, ela mandou outra mensagem - só pra não ficar aquela dúvida "será que ele recebeu?" - mas NADA novamente. Depois de umas semanas, o palhaço manda mensagem pedindo desculpa pelo sumiço, que foi um trouxa e queria ve-la em breve. Analisem comigo um cara que não dá satisfação nenhuma pra uma mulher que o chamou pra ficarem SOZINHOS num apê. Vai pra puta que pariu, né?



Bom, hora de contar a MINHA experiência, que foi com o palhaço mais recente. Ele mora meio longe de mim, mesmo assim vive me mandando mensagem querendo me ver. Numa dessas mensagens respondi que eu tinha uma house party pra ir no sábado e perguntei se ele queria ir. Bom, como eu sei que as condições para ele não são boas (a pessoa não tem carro) eu fui generosa e me ofereci de ir buscá-lo e levá-lo no dia seguinte com a condição que, depois da festa, a gente dormisse num hotel - anexo: não coloquei aspas no 'dormir' porque pretendia beber e não sabia o estado que chegariamos da festa, mas a intenção, pelo menos minha, não era dormir...claro! Haushaushaushas - mas depois de contados no relógio 30 minutos que eu mandei a mensagem, a criatura responde "Ah Sounds Ok" - quando vc fala que algo é ok é porque não é lá aquelas coisas boa - ai ele terminou a mensagem dizendo que precisava confirmar se ele tinha algo pra fazer no domingo e bla bla bla. Ou seja, dando desculpa esfarrapada. O problema desse bozo eu não sei, primeiro porque quem mandou mensagem primeiro foi ele, perguntando se eu tava free no sábado, eu fiz o favor de convidá-lo pra festa que eu tinha em vista e AINDA POR CIMA me propus a ir buscar e levar a criança. Pode ser que ele não tem dinheiro para pagar o hotel, mas aí, nesse caso se eu fosse ele me matava, porque aqui não tem Motel mô caro, que nem no Brasil, cheio de rococó só pra dar umas. Aqui Motel e Hotel dá praticamente na mesma, é só pra se hospedar mesmo e eu tava pensando num hotelzinho barato, tipo 40/50 dólares uma noite, perto de onde a festa ia ser. Pode ser também que ele é folgado mesmo e PENSA que eu vou ficar dirigindo uma hora todo fim de semana só pra vê-lo.

Enfim, na próxima vez que eu tiver cogitando a possibilidade de pegar algum artista circense para "necessidades básicas" vou ter que perguntar se ele vai completar o serviço, ou vai dar um de hetero aviadado e correr, dependendo da resposta eu já saio fora antes mesmo de beijar.

8 comentários:

  1. auehiauheiuaheuiae
    eu ri horroooooooooooooores com esse post
    kkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  2. HAHAHAHA morri com esse post, adooooroooo!

    Menina, vc mora aonde, hein?

    ResponderExcluir
  3. Agora sim consigo comentar: Mari, demaissssss como sempre!!! Sempre morro de rir com suas histórias!

    ResponderExcluir
  4. Oi Mari... nunca comentei mas sempre passo por aqui!!!!! O problema eu acho q não é só aí não viu?? rsrs me identifiquei muuuuuuito!!! Parabéns pelo blog! é ótimo!
    Carla

    ResponderExcluir
  5. Mari, nossa, acho que não é só aí que esse tipo está em alta!!! Por aqui, nas terras tupiniquins, já encontrei váriooossssss!!!! hahahahhaha
    Adorei seu post!!
    Bjos

    ResponderExcluir
  6. Amei!! Uma estória parecida com a do apê aconteceu comigo semana passada, aff. É bom saber que não sou a unica hauhauha
    bjs

    ResponderExcluir
  7. Homens sao uns palhacoes mesmos. Eu acho os brasileiros uns filhos da puta, adoram dar perdidos das meninas. Ja os americanos sao lerdinhos !!! Eu conheco amigas minhas que ja chegaram a ficar sozinhas com o cara em um quarto e nada rolou acredita !!!! Mas depois de dar tanta cabecada com homens, hoje eu casada apredi a licao mais importante, quando o cara ta realmente afim ele vai ate o inferno atras da menina !!! Mas o duro eh achar esse cara q ta afim ! eu gracas a deus achei o meu ! desejo sorte a todas as meninas que ainda nao encontraram =P

    ResponderExcluir
  8. Aí, uma opinião de um hétero convicto. Vocês estão assustando os caras com tanta agressividade, talvez eles tenham se sentido caçados, como se um rato começasse a perseguir um gato, e amarelaram. Deixem os caras se sentirem mais másculos achando que estão no controle de tudo. Nós homens precisamos disso!

    ResponderExcluir

Receba um e-mail quando o blog for atualizado