segunda-feira, 12 de abril de 2010

You only live once


Decidi fazer outra tatuagem. Calma, não fiz ainda, mas logo menos vou no estúdio. Primeiro a minha idéia era fazer umas notas musicais, o motivo? Porque eu amo música. Mas também fiquei indecisa sobre tatuar a frase "YOU ONLY LIVE ONCE" (vc só vive uma vez) que é o nome de uma música do Strokes. A idéia foi na verdade de outra pessoa que eu nem conheço, uma amiga minha comentou de uma outra amiga X que ama o Strokes e tatuou essa frase em homenagem à eles.

Acho que tatuagem não precisa necessariamente ter um significado, porque tatuar é uma arte como outra qualquer, e pra mim arte não precisa ter sentido, o trabalho vem da inspiração de quem faz e/ou de quem teve a idéia e isso é suficiente. Apesar disso a única tattoo que tenho tem vários significados, e a segunda também vai ter.

Sobre a primeira, a idéia surgiu com uma história parecida, quando uma amiga disse que se fosse tatuar algo, tatuaria uma maça mordida, achei legal mas sem a mordida, depois disso comecei a reparar como o desenho da fruta é bonito, a cor, o formato, e que a maça também significa sorte, foi a fruta que caiu na cabeça do Newton, é o fruto proibido, e também lembro da minha infância quando raspava a maça e comia com a colher...Enfim, essa é a história da minha primeira tattoo. A segunda quero que me lembre a minha experiência fora, que seja pequena e que resuma uma coisa que eu acredito que é o Carpim Diem literariamente falando.

Sou meio paranóica com o tempo, às vezes tenho medo quando olho para o relógio e tenho a impressão que as horas passam como minutos e parece que não terei tempo suficiente para fazer tudo numa vida só. Por isso procuro viver intensamente, não sei se isso é bom, às vezes passo dos limites porque penso "Vou viver, vou curtir, vou fazer" e depois penso "Putz, essa quase eu me f&^%$#". Mas também não sou uma maluca, até que sou normal, só sou mente aberta e não acho isso ruím.

Surgem algumas dúvidas às vezes, como: "Será que se eu beber duas brejas e dirigir a polícia vai me prender? E se eu for pra casa de um cara que conheci na balada, ele continuará com o mesmo sorriso no rosto que ele tinha quando me cativou? Será que se eu mentir pros meus amigos e família e eles descubrirem, eles vão me perdoar? Será que se devo fumar maconha? Será que se eu ficar com um homem casado, um dia meu marido vai me trair com uma jovenzinha? Será que se eu tomar um porre vão cuidar de mim? Será que aquele fulano é o cara certo?" Mas como dizem "a única certeza que temos é que vamos morrer".

Cada aventura é uma experiência e até hoje eu só amadureci e aprendi lições com elas. Viver com intensidade é ter histórias para contar, livros para escrever, conselhos para dar, sabedoria para tomar uma decisão difícil e esses benefícios que tenho adquirido até hoje me faz sempre dar um passo à frente.

A experiência que vivi, e estou vivendo é mais uma que quero lembrar e acho que a tattoo "You only live once" é perfeita.

"Odes" (I,, 11.8) do poeta romano Horácio (65 - 8 AC) (Carpim diem)

Tu ne quaesieris, scire nefas, quem mihi, quem tibi
Tu não procures - não é lícito saber - qual sorte a mim qual a ti
finem di dederint, Leuconoe, nec Babylonios
os deuses tenham dado, Leuconoe, e as cabalas babiloneses
temptaris numeros. ut melius, quidquid erit, pati.
não investigues. Quão melhor é viver aquilo que será,
seu pluris hiemes seu tribuit Iuppiter ultimam,
sejam muitos os invernos que Júpiter te atribuiu,
quae nunc oppositis debilitat pumicibus mare
ou seja o último este, que contra a rocha extenua
Tyrrhenum: sapias, vina liques et spatio brevi
o Tirreno: sê sábia, filtra o vinho e encurta a esperança,
spem longam reseces. dum loquimur, fugerit invida
pois a vida é breve. Enquanto falamos, terá fugido
aetas: carpe diem quam minimum credula postero.
ávido o tempo: Colhe o instante, sem confiar no amanhã.

3 comentários:

  1. Achei bem legal essa ideia da frase pra sua tatoo, qdo fizer.. pq achu que vc vai fazer sim, poe uma fotu ai pra gente ver !! to te seguindo agora !! bjus flor, adoru seu blog !!

    ResponderExcluir
  2. Gostei da frase. Já sabe onde vai fazer?

    Tenho 1, queria outra, mas prefiro fazer quando já tiver aí. Dizem que as famílias não gostam de meninas com várias tattoos...

    Acho que todo mundo tem esses questionamentos e concordo qdo diz que temos que viver intesamente.

    =*

    ResponderExcluir
  3. A vida é realmente muito curta. Particularmente acho que já nasci careta, mas concordo que temos que viver intensamente. Para mim viver intensamente é se jogar no mundo e ver no que vai dar.

    ResponderExcluir

segunda-feira, 12 de abril de 2010

You only live once


Decidi fazer outra tatuagem. Calma, não fiz ainda, mas logo menos vou no estúdio. Primeiro a minha idéia era fazer umas notas musicais, o motivo? Porque eu amo música. Mas também fiquei indecisa sobre tatuar a frase "YOU ONLY LIVE ONCE" (vc só vive uma vez) que é o nome de uma música do Strokes. A idéia foi na verdade de outra pessoa que eu nem conheço, uma amiga minha comentou de uma outra amiga X que ama o Strokes e tatuou essa frase em homenagem à eles.

Acho que tatuagem não precisa necessariamente ter um significado, porque tatuar é uma arte como outra qualquer, e pra mim arte não precisa ter sentido, o trabalho vem da inspiração de quem faz e/ou de quem teve a idéia e isso é suficiente. Apesar disso a única tattoo que tenho tem vários significados, e a segunda também vai ter.

Sobre a primeira, a idéia surgiu com uma história parecida, quando uma amiga disse que se fosse tatuar algo, tatuaria uma maça mordida, achei legal mas sem a mordida, depois disso comecei a reparar como o desenho da fruta é bonito, a cor, o formato, e que a maça também significa sorte, foi a fruta que caiu na cabeça do Newton, é o fruto proibido, e também lembro da minha infância quando raspava a maça e comia com a colher...Enfim, essa é a história da minha primeira tattoo. A segunda quero que me lembre a minha experiência fora, que seja pequena e que resuma uma coisa que eu acredito que é o Carpim Diem literariamente falando.

Sou meio paranóica com o tempo, às vezes tenho medo quando olho para o relógio e tenho a impressão que as horas passam como minutos e parece que não terei tempo suficiente para fazer tudo numa vida só. Por isso procuro viver intensamente, não sei se isso é bom, às vezes passo dos limites porque penso "Vou viver, vou curtir, vou fazer" e depois penso "Putz, essa quase eu me f&^%$#". Mas também não sou uma maluca, até que sou normal, só sou mente aberta e não acho isso ruím.

Surgem algumas dúvidas às vezes, como: "Será que se eu beber duas brejas e dirigir a polícia vai me prender? E se eu for pra casa de um cara que conheci na balada, ele continuará com o mesmo sorriso no rosto que ele tinha quando me cativou? Será que se eu mentir pros meus amigos e família e eles descubrirem, eles vão me perdoar? Será que se devo fumar maconha? Será que se eu ficar com um homem casado, um dia meu marido vai me trair com uma jovenzinha? Será que se eu tomar um porre vão cuidar de mim? Será que aquele fulano é o cara certo?" Mas como dizem "a única certeza que temos é que vamos morrer".

Cada aventura é uma experiência e até hoje eu só amadureci e aprendi lições com elas. Viver com intensidade é ter histórias para contar, livros para escrever, conselhos para dar, sabedoria para tomar uma decisão difícil e esses benefícios que tenho adquirido até hoje me faz sempre dar um passo à frente.

A experiência que vivi, e estou vivendo é mais uma que quero lembrar e acho que a tattoo "You only live once" é perfeita.

"Odes" (I,, 11.8) do poeta romano Horácio (65 - 8 AC) (Carpim diem)

Tu ne quaesieris, scire nefas, quem mihi, quem tibi
Tu não procures - não é lícito saber - qual sorte a mim qual a ti
finem di dederint, Leuconoe, nec Babylonios
os deuses tenham dado, Leuconoe, e as cabalas babiloneses
temptaris numeros. ut melius, quidquid erit, pati.
não investigues. Quão melhor é viver aquilo que será,
seu pluris hiemes seu tribuit Iuppiter ultimam,
sejam muitos os invernos que Júpiter te atribuiu,
quae nunc oppositis debilitat pumicibus mare
ou seja o último este, que contra a rocha extenua
Tyrrhenum: sapias, vina liques et spatio brevi
o Tirreno: sê sábia, filtra o vinho e encurta a esperança,
spem longam reseces. dum loquimur, fugerit invida
pois a vida é breve. Enquanto falamos, terá fugido
aetas: carpe diem quam minimum credula postero.
ávido o tempo: Colhe o instante, sem confiar no amanhã.

3 comentários:

  1. Achei bem legal essa ideia da frase pra sua tatoo, qdo fizer.. pq achu que vc vai fazer sim, poe uma fotu ai pra gente ver !! to te seguindo agora !! bjus flor, adoru seu blog !!

    ResponderExcluir
  2. Gostei da frase. Já sabe onde vai fazer?

    Tenho 1, queria outra, mas prefiro fazer quando já tiver aí. Dizem que as famílias não gostam de meninas com várias tattoos...

    Acho que todo mundo tem esses questionamentos e concordo qdo diz que temos que viver intesamente.

    =*

    ResponderExcluir
  3. A vida é realmente muito curta. Particularmente acho que já nasci careta, mas concordo que temos que viver intensamente. Para mim viver intensamente é se jogar no mundo e ver no que vai dar.

    ResponderExcluir

Receba um e-mail quando o blog for atualizado