sábado, 9 de janeiro de 2010

Começando meu segundo ano como Au pair


Terça-feira faz um ano que eu embarquei do aeroporto de SP em direção aos Estados Unidos para me aventurar num programa de intercâmbio. Me lembro como se fosse ontem a imensa ansiedade de realizar um sonho. Eu vim com a intenção de ficar um ano, aperfeiçoar meu inglês, me divertir e crescer interiormente. Alcancei todos os objetivos. Bom, o inglês eu já melhorei muito, mas não do jeito que eu queria, esse foi meu maior motivo de ter decidido estender o programa e ficar mais um ano.
E aqui estou eu, começando meu segundo ano de au pair.

Estendi com a mesma família, apesar disso, me sinto como estivesse começando tudo de novo. O ano que passou foi tudo muito rápido, mas muito bem aproveitado. Acho que nunca tinha vivido tanta coisa em um ano só, foi simplesmente inesquecível.

O segundo ano, espero que seja assim ou melhor. Sei que tenho muita coisa pela frente, mas já me programei, porque quero chegar no final do programa e falar "Poxa, valeu a pena". Porque, quem é au pair, sabe que não é fácil, e quem não é também sabe porque eu já cansei de falar.

Apesar de alguns contra tempos, eu indico o programa para quem tem interesse. Para muita gente não dá certo, mas depende muito do que a pessoa realmente está procurando. O que eu quero dizer é: tem que vir com o pé no chão e sabendo que não vai ser mil maravilhas. Muitas meninas vem só se divertir, achando que vai fazer pé de meia, ou vem para fazer coisas que não se encaixa pra quem é au pair. Patricinhas e quem tem a vida muito fácil no Brasil, sinto em informar que vai sofrer em dobro.
Das meninas que vieram comigo, vi uma que desistiu e voltou pro Brasil no primeiro mês que estava aqui, algumas que trocaram de família porque a primeira era um inferno, mas não desistiram. Algumas que voltaram pro Brasil depois de completarem um ano e algumas que estenderam por mais 6, 9 ou 1 ano. As chances são 50% de dar certo e 50% de dar errado.

Para diminuir as chances de erro aqui vão umas dicas:

1-) As exigências básicas do programa são: ter entre 18 e 26 anos, ter experiência com criança e inglês intermediário. Se você tem poucas horas de experiência com crianças, dê um jeito de aumenta-las, o melhor é ter horas com todas as idades, quanto mais melhor, pois aumentará suas chances de uma colocação numa boa família. O inglês, eu também aconselho que você esteja num nível bom, pois facilitará sua comunicação tanto com as familias quanto com as pessoas da agência quando entrarem em contato com você. Fora que, quando você chega aqui não vai ficar completamente boaiando. Eu estudei 4 anos e meio de inglês, sempre gostei e tive facilidade com a língua, terminei o curso em 2005 e só fui chegar nos Estados Unidos em 2009, foi complicado no começo, meu inglês enferrujado e aquelas pessoas em volta de mim cuspindo as palavras, eu boiava total.

2-) Se você é boa de fuçar o orkut da ex namorada do seu namorado, também é boa para fuçar TUDO sobre a encrenca que você está se metendo. Entre em comunidades, adicione meninas que já foram Aupairs, ou são. Procure famílias antes mesmo de ficar online pela agência. Existem sites bacanas para isso. Resumindo, LEIA TUDO que você encontrar a respeito. Claro, você encontrará meninas falando muita imbecilidade, mas depois de um tempo de tanta pesquisa, você até aprende a reconhecer quem está falando asneira e quem não está.

3-) Não tenha pressa de embarcar, vá em mais de uma agência, procure referências delas, compare preços e vantagens, converse com intercambistas de agências diferentes. Depois da agência escolhida e a inscrição feita, preencha o application com calma, capriche mesmo, quanto mais caprichado, maior as chances de encontrar uma família legal. Para vocês terem uma idéia, quando conheci o programa eu não tinha nem idade pra participar ainda. Quando eu estava estudando, a Cultural Care foi fazer propaganda e eu me interessei novamente, mas queria terminar a facu.
Depois que terminei, fiquei um ano enrolando até finalmente tomar coragem, comecei a pesquisar agências em Maio, fiz minha inscrição em Julho de 2008 e embarquei em Janeiro de 2009. Tudo com muita calma.

2-) Depois de entregar seu application e ficar online, está na hora de escolher as famílias. Essas alturas, você já precisa estar esperta com elas, já deve estar ciente quais são as que provavelmente serão boas, quais benefícios que eles oferecem e que você deve priorizar etc. Bom, quem é boa pesquisadora, sabe disso, mas de qualquer forma vou listar aqui algumas coisas que eu acho que vale observar:

a) Carro: sem ele é quase impossível viver nos Estados Unidos, salvo se a localidade que você vai morar tenha metro e ônibus por perto e que eles funcionem muito bem.

b) Schedule: analise bem se você trabalhará demais. Todos sabem que não podemos trabalhar mais de 45 horas semanais, ou mais de 10 horas por dia. Mas, MUITAS famílias exploram sem dó. Pra evitar isso, analise as condições da família: como a profissão dos pais, se eles viajam muito a negócios, se eles gostam de ficar com os filhos etc.

c) Local: sinceramente o local que vc vai morar é a última coisa que vc tem que se preocupar, não vá fazer um match com uma família em Orange County que pede para vc alimentar os cavalos sonhando com os surfistas gatos que tem por lá. Porque, acredite, o lugar NÃO faz da família, a mais legal.

d) Crianças: NÃO se assuste com a quantidade de filhos que o casal pode ter. Se a criança nasceu pentelha, pode ser uma ou um trilhão, vai ser insuportável. Existem as crianças amáveis e os capetas, isso, infelizmente não tem como saber ao certo, mas vc pode fazer algumas perguntas chaves pros pais ou falar com a ex au pair (se no caso eles tiverem) e tentar descobrir.

e) Curfew: se a família impor horário pra vc chegar em casa, dia de semana até que ok. Mas, se vc não poder curtir a noite nos finais de semana porque tem que chegar até meia noite, esquece!

f) Facilidades: shoppings, centros comerciais, starbucks, mercados, bares, baladinhas etc. Pegue o endereço da família que vc está conversando e procure no google maps, observe a área. Como já disse, o local não é o mais importante, BUT se vc for uma pessoa muito baladeira (meu caso) e morar no meio no NADA, com nenhuma amiga por perto e SEM carro, pode contar com homesick logo logo. Muda completamente de figura se sua querida família te providenciar um carro pra vc fazer whatever, ai sim!

3-) Antes de fazer o match PERGUNTE o necessário e o desnecessário para a família em potencial. NÃO fique com receio ou medo, pior é chegar e ter uma surpresa com algo que vc não perguntou antes. Depois de match feito hora de procurar amizades. Se vc chegar introsada com a galera da área facilitará muito sua vida.

4-) Bom, agora é só relaxar e esperar o embarque.

Antes de fazer o match com a minha familia eu fiz um video e mandei pra eles. Fazia muito tempo que não via esse video, eu mesma mijei de rir na hora que eu falo "BUT" com um som de 'I' gritante no fim da palavra, podem dar risada:

17 comentários:

  1. Adoooooooooooorei o post!!!
    Muita informação... vai ajudar muitas meninas.. parabéns flor.. adorei =)
    E parabéns pelo segundo ano.. lhe mando vibrações positivas e espero do fundo do coração q esse ano seje bem melhor pra ti!!
    Well, good luck, god bless you!!
    take care

    ResponderExcluir
  2. Pois é, meu primeiro ano acabou dia 4, mas eu resolvi voltar. Embarco para o Brasil dia 25.

    Tive um ano PERFEITO, mas cansei de ser au pair! hahaha

    Muito boa sorte no seu segundo ano, espero que seja tão bom quanto o primeiro!

    ResponderExcluir
  3. Adoreiii todas as dicas que vc passou. Boa sorte no seu segundo ano aí :)Bjos

    ResponderExcluir
  4. Mari, muito bom o seu post! Vou até colocar um link pra ele no blog pq tem muita menina perdida nesse mundo!!

    Mas heim, boto fé em quem fica mais de um ano, principalmente com a mesma família!! BOA SORTE e espero que vc consiga que esse ano seja ainda melhor que o primeiro!

    Bjoss!

    ResponderExcluir
  5. Oi Mari .. adorei as suas dicas .. e estou super tranquila quanto ao processo.... vou fazer tudo com carinho e cuidado pra que não dê nada errado!! Vou fazer a minha inscrição no começo de fevereiro !!! e as minhas aulas de inglês vou começar a todo o vapor.. não tenho muita facilidade .. por isso resolvi viajar !!! (chorei de rir com o seu video) ..

    Boa sorte no seu segundo ano !!!!

    bjoss!! s2 (a propósito .. sou nova nos blogs .. e estou fuçando vários comentários.. pra ir realmente com os pés no chão)

    ResponderExcluir
  6. Oi!
    Vi teu blog no blog da Karol, ela indicou por causa das dicas. Gostei muuuito. Eu quero embarcar logo, to online a bastante tempo, e já acho que contato com futuras au pairs é super importante.
    Vou te acompanhar ;)
    Beijs

    ResponderExcluir
  7. OIee!!
    1ª vez por aqui... adorei o post e adorei o vídeoo.. rsrss
    E obrigadaa pelas dicas.. fundamentais!!
    Realmente é preciso se preparar, começei meu processo agora, mas gostaria de embarcar apenas no início de 2011, pois concluo minha facul no final deste ano!
    Bomm.. te seguindo e te linkei, ok??
    Beijosss...
    Deus te abençoe imensamente e boa sorteee neste mais novo ano!!

    ResponderExcluir
  8. Muito boa as dicas, Mari! Depois de ler demaaaais as histórias de Au Pairs e pesquisar muito sobre o programa eu cheguei a conclusão de quase tudo que vc disse.

    Adoreeeeei seu blog.

    Se cuida.

    E que o 2º ano seja muito melhor que o 1º!

    Beijo.

    ResponderExcluir
  9. Oi Mari, cheguei aqui pelo link do blog da Karol. Adorei seu post!

    Legal o vídeo :D

    Vou te seguir, ok? Aproveita mais ainda o seu 2º ano.

    =**

    ResponderExcluir
  10. Oi oi oiiiii
    Aodrei o teu blog, vim pelo link do blog da KArol tb!!!

    Adoreiiii falou mtooo bem e boa sorte no segundo ano, onde vc mora????

    Beijao e vo te seguir para saber mais do seu segundo anoooo

    ResponderExcluir
  11. muuuito bom o seu post.
    encontrei no blog de outra menina!

    suas dicas são muito boas pra mim q to querendo ser au pair, mas acho que to indo mt bem, pq ja venho fazendo td isso ai q c flw, rs :P

    boa sorte ai no segundo ano!

    bjuss

    ResponderExcluir
  12. ahhh, vem cá, sua agencia eh a STB né?
    vc recomenda? qto tempo c ficou esperando familia e tal? o suporte é bom? .. enfim se puder me responder me manda um email tá? to mt em duvida qual escolher, se a cultural care ou a stb!

    valeuu

    bjus

    ResponderExcluir
  13. Oi Camila,
    Minha agencia é STB sim, tive alguns contra-tempos com eles, mas nada mto serio e q outras agencias nao tenham. A questao toda eh vc fechar com a agencia q vc sentir mais confianca e que te der mais atencao e responder suas duvidas.
    Nao achei seu e-mail, sorry, por isso to respondendo aki heheh

    Bjsss e boa sorte!

    ResponderExcluir
  14. Opa, e aí Mari, beleza?!
    Muito legal as suas histórias... Uma experiencia internacional além de ser mto importante para a carreira, deve ser uma coisa assim realmente inesquecivel...

    Vc fez facul de quê afinal? E Ju, já que vc citou ela, como ela ta?

    Bjocks

    ResponderExcluir
  15. Seu blog é muito bom flor! Boa sorte em seu segundo ano!

    ResponderExcluir
  16. adorei o blog , muito bacana sempre que der vou estar aqui dando uma espiadinha rs !
    Bjs

    ResponderExcluir

sábado, 9 de janeiro de 2010

Começando meu segundo ano como Au pair


Terça-feira faz um ano que eu embarquei do aeroporto de SP em direção aos Estados Unidos para me aventurar num programa de intercâmbio. Me lembro como se fosse ontem a imensa ansiedade de realizar um sonho. Eu vim com a intenção de ficar um ano, aperfeiçoar meu inglês, me divertir e crescer interiormente. Alcancei todos os objetivos. Bom, o inglês eu já melhorei muito, mas não do jeito que eu queria, esse foi meu maior motivo de ter decidido estender o programa e ficar mais um ano.
E aqui estou eu, começando meu segundo ano de au pair.

Estendi com a mesma família, apesar disso, me sinto como estivesse começando tudo de novo. O ano que passou foi tudo muito rápido, mas muito bem aproveitado. Acho que nunca tinha vivido tanta coisa em um ano só, foi simplesmente inesquecível.

O segundo ano, espero que seja assim ou melhor. Sei que tenho muita coisa pela frente, mas já me programei, porque quero chegar no final do programa e falar "Poxa, valeu a pena". Porque, quem é au pair, sabe que não é fácil, e quem não é também sabe porque eu já cansei de falar.

Apesar de alguns contra tempos, eu indico o programa para quem tem interesse. Para muita gente não dá certo, mas depende muito do que a pessoa realmente está procurando. O que eu quero dizer é: tem que vir com o pé no chão e sabendo que não vai ser mil maravilhas. Muitas meninas vem só se divertir, achando que vai fazer pé de meia, ou vem para fazer coisas que não se encaixa pra quem é au pair. Patricinhas e quem tem a vida muito fácil no Brasil, sinto em informar que vai sofrer em dobro.
Das meninas que vieram comigo, vi uma que desistiu e voltou pro Brasil no primeiro mês que estava aqui, algumas que trocaram de família porque a primeira era um inferno, mas não desistiram. Algumas que voltaram pro Brasil depois de completarem um ano e algumas que estenderam por mais 6, 9 ou 1 ano. As chances são 50% de dar certo e 50% de dar errado.

Para diminuir as chances de erro aqui vão umas dicas:

1-) As exigências básicas do programa são: ter entre 18 e 26 anos, ter experiência com criança e inglês intermediário. Se você tem poucas horas de experiência com crianças, dê um jeito de aumenta-las, o melhor é ter horas com todas as idades, quanto mais melhor, pois aumentará suas chances de uma colocação numa boa família. O inglês, eu também aconselho que você esteja num nível bom, pois facilitará sua comunicação tanto com as familias quanto com as pessoas da agência quando entrarem em contato com você. Fora que, quando você chega aqui não vai ficar completamente boaiando. Eu estudei 4 anos e meio de inglês, sempre gostei e tive facilidade com a língua, terminei o curso em 2005 e só fui chegar nos Estados Unidos em 2009, foi complicado no começo, meu inglês enferrujado e aquelas pessoas em volta de mim cuspindo as palavras, eu boiava total.

2-) Se você é boa de fuçar o orkut da ex namorada do seu namorado, também é boa para fuçar TUDO sobre a encrenca que você está se metendo. Entre em comunidades, adicione meninas que já foram Aupairs, ou são. Procure famílias antes mesmo de ficar online pela agência. Existem sites bacanas para isso. Resumindo, LEIA TUDO que você encontrar a respeito. Claro, você encontrará meninas falando muita imbecilidade, mas depois de um tempo de tanta pesquisa, você até aprende a reconhecer quem está falando asneira e quem não está.

3-) Não tenha pressa de embarcar, vá em mais de uma agência, procure referências delas, compare preços e vantagens, converse com intercambistas de agências diferentes. Depois da agência escolhida e a inscrição feita, preencha o application com calma, capriche mesmo, quanto mais caprichado, maior as chances de encontrar uma família legal. Para vocês terem uma idéia, quando conheci o programa eu não tinha nem idade pra participar ainda. Quando eu estava estudando, a Cultural Care foi fazer propaganda e eu me interessei novamente, mas queria terminar a facu.
Depois que terminei, fiquei um ano enrolando até finalmente tomar coragem, comecei a pesquisar agências em Maio, fiz minha inscrição em Julho de 2008 e embarquei em Janeiro de 2009. Tudo com muita calma.

2-) Depois de entregar seu application e ficar online, está na hora de escolher as famílias. Essas alturas, você já precisa estar esperta com elas, já deve estar ciente quais são as que provavelmente serão boas, quais benefícios que eles oferecem e que você deve priorizar etc. Bom, quem é boa pesquisadora, sabe disso, mas de qualquer forma vou listar aqui algumas coisas que eu acho que vale observar:

a) Carro: sem ele é quase impossível viver nos Estados Unidos, salvo se a localidade que você vai morar tenha metro e ônibus por perto e que eles funcionem muito bem.

b) Schedule: analise bem se você trabalhará demais. Todos sabem que não podemos trabalhar mais de 45 horas semanais, ou mais de 10 horas por dia. Mas, MUITAS famílias exploram sem dó. Pra evitar isso, analise as condições da família: como a profissão dos pais, se eles viajam muito a negócios, se eles gostam de ficar com os filhos etc.

c) Local: sinceramente o local que vc vai morar é a última coisa que vc tem que se preocupar, não vá fazer um match com uma família em Orange County que pede para vc alimentar os cavalos sonhando com os surfistas gatos que tem por lá. Porque, acredite, o lugar NÃO faz da família, a mais legal.

d) Crianças: NÃO se assuste com a quantidade de filhos que o casal pode ter. Se a criança nasceu pentelha, pode ser uma ou um trilhão, vai ser insuportável. Existem as crianças amáveis e os capetas, isso, infelizmente não tem como saber ao certo, mas vc pode fazer algumas perguntas chaves pros pais ou falar com a ex au pair (se no caso eles tiverem) e tentar descobrir.

e) Curfew: se a família impor horário pra vc chegar em casa, dia de semana até que ok. Mas, se vc não poder curtir a noite nos finais de semana porque tem que chegar até meia noite, esquece!

f) Facilidades: shoppings, centros comerciais, starbucks, mercados, bares, baladinhas etc. Pegue o endereço da família que vc está conversando e procure no google maps, observe a área. Como já disse, o local não é o mais importante, BUT se vc for uma pessoa muito baladeira (meu caso) e morar no meio no NADA, com nenhuma amiga por perto e SEM carro, pode contar com homesick logo logo. Muda completamente de figura se sua querida família te providenciar um carro pra vc fazer whatever, ai sim!

3-) Antes de fazer o match PERGUNTE o necessário e o desnecessário para a família em potencial. NÃO fique com receio ou medo, pior é chegar e ter uma surpresa com algo que vc não perguntou antes. Depois de match feito hora de procurar amizades. Se vc chegar introsada com a galera da área facilitará muito sua vida.

4-) Bom, agora é só relaxar e esperar o embarque.

Antes de fazer o match com a minha familia eu fiz um video e mandei pra eles. Fazia muito tempo que não via esse video, eu mesma mijei de rir na hora que eu falo "BUT" com um som de 'I' gritante no fim da palavra, podem dar risada:

17 comentários:

  1. Adoooooooooooorei o post!!!
    Muita informação... vai ajudar muitas meninas.. parabéns flor.. adorei =)
    E parabéns pelo segundo ano.. lhe mando vibrações positivas e espero do fundo do coração q esse ano seje bem melhor pra ti!!
    Well, good luck, god bless you!!
    take care

    ResponderExcluir
  2. Pois é, meu primeiro ano acabou dia 4, mas eu resolvi voltar. Embarco para o Brasil dia 25.

    Tive um ano PERFEITO, mas cansei de ser au pair! hahaha

    Muito boa sorte no seu segundo ano, espero que seja tão bom quanto o primeiro!

    ResponderExcluir
  3. Adoreiii todas as dicas que vc passou. Boa sorte no seu segundo ano aí :)Bjos

    ResponderExcluir
  4. Mari, muito bom o seu post! Vou até colocar um link pra ele no blog pq tem muita menina perdida nesse mundo!!

    Mas heim, boto fé em quem fica mais de um ano, principalmente com a mesma família!! BOA SORTE e espero que vc consiga que esse ano seja ainda melhor que o primeiro!

    Bjoss!

    ResponderExcluir
  5. Oi Mari .. adorei as suas dicas .. e estou super tranquila quanto ao processo.... vou fazer tudo com carinho e cuidado pra que não dê nada errado!! Vou fazer a minha inscrição no começo de fevereiro !!! e as minhas aulas de inglês vou começar a todo o vapor.. não tenho muita facilidade .. por isso resolvi viajar !!! (chorei de rir com o seu video) ..

    Boa sorte no seu segundo ano !!!!

    bjoss!! s2 (a propósito .. sou nova nos blogs .. e estou fuçando vários comentários.. pra ir realmente com os pés no chão)

    ResponderExcluir
  6. Oi!
    Vi teu blog no blog da Karol, ela indicou por causa das dicas. Gostei muuuito. Eu quero embarcar logo, to online a bastante tempo, e já acho que contato com futuras au pairs é super importante.
    Vou te acompanhar ;)
    Beijs

    ResponderExcluir
  7. OIee!!
    1ª vez por aqui... adorei o post e adorei o vídeoo.. rsrss
    E obrigadaa pelas dicas.. fundamentais!!
    Realmente é preciso se preparar, começei meu processo agora, mas gostaria de embarcar apenas no início de 2011, pois concluo minha facul no final deste ano!
    Bomm.. te seguindo e te linkei, ok??
    Beijosss...
    Deus te abençoe imensamente e boa sorteee neste mais novo ano!!

    ResponderExcluir
  8. Muito boa as dicas, Mari! Depois de ler demaaaais as histórias de Au Pairs e pesquisar muito sobre o programa eu cheguei a conclusão de quase tudo que vc disse.

    Adoreeeeei seu blog.

    Se cuida.

    E que o 2º ano seja muito melhor que o 1º!

    Beijo.

    ResponderExcluir
  9. Oi Mari, cheguei aqui pelo link do blog da Karol. Adorei seu post!

    Legal o vídeo :D

    Vou te seguir, ok? Aproveita mais ainda o seu 2º ano.

    =**

    ResponderExcluir
  10. Oi oi oiiiii
    Aodrei o teu blog, vim pelo link do blog da KArol tb!!!

    Adoreiiii falou mtooo bem e boa sorte no segundo ano, onde vc mora????

    Beijao e vo te seguir para saber mais do seu segundo anoooo

    ResponderExcluir
  11. muuuito bom o seu post.
    encontrei no blog de outra menina!

    suas dicas são muito boas pra mim q to querendo ser au pair, mas acho que to indo mt bem, pq ja venho fazendo td isso ai q c flw, rs :P

    boa sorte ai no segundo ano!

    bjuss

    ResponderExcluir
  12. ahhh, vem cá, sua agencia eh a STB né?
    vc recomenda? qto tempo c ficou esperando familia e tal? o suporte é bom? .. enfim se puder me responder me manda um email tá? to mt em duvida qual escolher, se a cultural care ou a stb!

    valeuu

    bjus

    ResponderExcluir
  13. Oi Camila,
    Minha agencia é STB sim, tive alguns contra-tempos com eles, mas nada mto serio e q outras agencias nao tenham. A questao toda eh vc fechar com a agencia q vc sentir mais confianca e que te der mais atencao e responder suas duvidas.
    Nao achei seu e-mail, sorry, por isso to respondendo aki heheh

    Bjsss e boa sorte!

    ResponderExcluir
  14. Opa, e aí Mari, beleza?!
    Muito legal as suas histórias... Uma experiencia internacional além de ser mto importante para a carreira, deve ser uma coisa assim realmente inesquecivel...

    Vc fez facul de quê afinal? E Ju, já que vc citou ela, como ela ta?

    Bjocks

    ResponderExcluir
  15. Seu blog é muito bom flor! Boa sorte em seu segundo ano!

    ResponderExcluir
  16. adorei o blog , muito bacana sempre que der vou estar aqui dando uma espiadinha rs !
    Bjs

    ResponderExcluir

Receba um e-mail quando o blog for atualizado