sábado, 24 de outubro de 2009

Lembranças


Pode parecer papo de adolescente. Pode parecer não, esse post é um papo de adolescente.
Sabe quando você tem um ídolo e coleciona fotos, compra todos CDs e singles, gasta toda a mesada na banca de jornal com revistas sobre esse ídolo, persegue os coitados, chora, grita etc?
Pois então, eu era assim aos 13 anos com o Hanson, sim aquelas menininhas loiras, ops, meninos que cantavam "Mmmbop, ba duba dop". Detalhe, eu ficava furiosa quando diziam que eles eram meninas. Eu e a minha irmã pareciam umas tontas com esse tal de Hanson.
Quando eles foram pro Brasil então, a gente estava em todas, emissoras de televisão, rádios, hotel e por ai vai.
Claro que depois de uns anos essa besteirada toda passou, joguei fora todos recortes de revista que tinha deles, eu costumava competir com outras fãs quem tinha mais pastas com recortes deles, dei até risada porque nunca imaginei que aquilo tudo seria só acumulo de pó no meu guarda-roupas.
Anos e anos depois, eles já estavam sumidos da mídia, chegaram a lançar dois CDs novos, eu estava na Facu, trabalhando, namorando, nem liguei mais, baixei as músicas pela net e só.
Uns aninhos depois, eu aqui nos Estados Unidos já, eles entraram em turnê. Ai resolvi conferir o show. E foi M-A-R-A-V-I-L-H-O-S-O!
Além deles estarem melhores como músicos, também né, 12 anos depois...foi como se eu voltasse a ter 13 anos. Cheguei na fila cedo, fiquei bem na frente. Foi bem diferente do show que fui em 2000, quando eles foram ao Brasil pela primeira vez. Não que esse tenha sido ruím, foi inesquecível, mas a diferença foi nos fãs, não tinha nenhuma menininha boba, nem gritos histéricos mais. Meu sonho era tirar foto com eles, hahahaha. E consegui, no fim do show algumas fãs se aglomeraram na porta da pequena casa de show, claro que eu estava no meio. O Taylor e Isaac foram dar um "Hello".
Apesar de não estar mais naquela fase de fanatismo, foi emocionante. Durante toda semana depois desse show, senti como se eu tivesse uma caixinha dentro da minha cabeça que tava guardado todos esses momentos, relembrei tanta coisa da minha adolescencia que deu saudade de ser boba e ter 13 anos de novo.

sábado, 24 de outubro de 2009

Lembranças


Pode parecer papo de adolescente. Pode parecer não, esse post é um papo de adolescente.
Sabe quando você tem um ídolo e coleciona fotos, compra todos CDs e singles, gasta toda a mesada na banca de jornal com revistas sobre esse ídolo, persegue os coitados, chora, grita etc?
Pois então, eu era assim aos 13 anos com o Hanson, sim aquelas menininhas loiras, ops, meninos que cantavam "Mmmbop, ba duba dop". Detalhe, eu ficava furiosa quando diziam que eles eram meninas. Eu e a minha irmã pareciam umas tontas com esse tal de Hanson.
Quando eles foram pro Brasil então, a gente estava em todas, emissoras de televisão, rádios, hotel e por ai vai.
Claro que depois de uns anos essa besteirada toda passou, joguei fora todos recortes de revista que tinha deles, eu costumava competir com outras fãs quem tinha mais pastas com recortes deles, dei até risada porque nunca imaginei que aquilo tudo seria só acumulo de pó no meu guarda-roupas.
Anos e anos depois, eles já estavam sumidos da mídia, chegaram a lançar dois CDs novos, eu estava na Facu, trabalhando, namorando, nem liguei mais, baixei as músicas pela net e só.
Uns aninhos depois, eu aqui nos Estados Unidos já, eles entraram em turnê. Ai resolvi conferir o show. E foi M-A-R-A-V-I-L-H-O-S-O!
Além deles estarem melhores como músicos, também né, 12 anos depois...foi como se eu voltasse a ter 13 anos. Cheguei na fila cedo, fiquei bem na frente. Foi bem diferente do show que fui em 2000, quando eles foram ao Brasil pela primeira vez. Não que esse tenha sido ruím, foi inesquecível, mas a diferença foi nos fãs, não tinha nenhuma menininha boba, nem gritos histéricos mais. Meu sonho era tirar foto com eles, hahahaha. E consegui, no fim do show algumas fãs se aglomeraram na porta da pequena casa de show, claro que eu estava no meio. O Taylor e Isaac foram dar um "Hello".
Apesar de não estar mais naquela fase de fanatismo, foi emocionante. Durante toda semana depois desse show, senti como se eu tivesse uma caixinha dentro da minha cabeça que tava guardado todos esses momentos, relembrei tanta coisa da minha adolescencia que deu saudade de ser boba e ter 13 anos de novo.

Receba um e-mail quando o blog for atualizado